Diagnóstico por imagem em pequenos animais: exames mais precisos!

  •   
  • 107
  •  
  •  
  •  
Diagnóstico por imagem em pequenos animais: exames mais precisos!

O diagnóstico por imagem em pequenos animais permite aos médicos veterinários obterem resultados cada vez mais precisos. E isso é bom, pois não é novidade que o número de animais de estimação tem crescido cada vez mais. Hoje o mercado de pets brasileiros é o terceiro maior do mundo em faturamento. E mais, segundo dados recentes divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) o Brasil possui mais de 50 milhões de cães e 22 milhões de gatos.

Em meio a esse cenário, é  de se esperar que as exigências dos tutores sejam cada vez maiores em relação aos cuidados com seus companheiros. Portanto, a área de pequenos animais é uma das que mais crescem. Para aproveitar esta oportunidade é fundamental que os profissionais saibam usar diversos recursos para diagnosticar as anomalias e recomendar o tratamento mais adequado para cada caso. Se interessa por essa área?

Então acompanhe este artigo até o final e descubra uma super novidade. Boa leitura!

Importância da prática para bons resultados

O diagnóstico por imagem em pequenos animais nem sempre é um tema abordado de forma prática nas faculdades. E mais, em função de turmas cheias os alunos não aprendem, de fato, a aproveitar todo o potencial dos aparelhos que evoluem cada vez mais. Aliás, o assunto prática vem sendo muito discutido nos últimos dias pelo  Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV). O mesmo decidiu vetar a inscrição profissional dos egressos dos cursos de medicina veterinária a distância.

No caso do diagnóstico por imagens, a alta resolução proporciona resultados detalhados e não invasivos a estrutura interna dos pacientes. Nesse sentido, o uso da ultrassonografia cresceu muito,  acompanhado a evolução da informática e da era da informação.

Para o melhor aproveitamento destes aparelhos e, também, a realização e interpretação dos exames, é preciso haver um bom entendimento para reconhecer o alcance e limites das diferentes modalidades de imagens.

Principais técnicas de diagnóstico por imagem

O diagnóstico por imagem em pequenos animais é composto por diversas técnicas. Isso porque cada uma oferece ao médico veterinário uma aplicabilidade diferente. Assim, cada uma é indicada para uma determinada situação, podendo, desse modo, serem complementares. Isso resulta num diagnóstico ainda mais preciso.

A seguir listamos as principais dessas técnicas e para que seu uso é recomendado.

Ultrassonografia

Esse é uma técnica moderna, e pouco invasiva e avançada dentro do diagnóstico por imagem em pequenos animais. A ultrassonografia veterinária é usada para diagnósticos precisos da estrutura interna do animal, sendo muito utilizada em exames da região abdominal. 

Alguns exemplos de seu uso são: diagnóstico gestacional, aumento de volume abdominal, problemas cardíacos, alterações urogenitais, avaliação das estruturas oculares, entre outros.

Assim, é possível a diversidade da ultrassonografia como método de diagnóstico por imagem em pequenos animais. Desse modo, ela oferece ao médico veterinário a possibilidade de atuação em diversas áreas da medicina veterinária. 

Radiologia

A radiologia veterinária é a técnica mais antiga do diagnóstico por imagem em pequenos animais e ainda segue como a mais utilizada. Com ela é possível o diagnóstico dos mais variados problemas osteoarticulares, intratorácicos e na cavidade abdominal.

As principais aplicações da radiologia veterinária são: identificação e acompanhamento de fraturas, afecções da coluna, pós-operatório para cirurgias ortopédicas e observações do esqueleto e articulações do paciente.

Tomografia

A tomografia veterinária também é uma técnica de diagnóstico por imagem em pequenos animais moderna e simples. Ela é utilizada para permitir a visualização de algumas estruturas que necessitam de investigação mais dinâmica.

Assim, por meio de contrastes, como na radiologia, a tomografia permite estudar alterações de forma dinâmica. 

Essa técnica é realizada através da emissão radiações que são absorvidas de diferentes formas pelos variados tecidos do corpo do animal. Logo, a tomografia é utilizada na análise corporal profunda.

Ela também permite a geração de radiografias transversais que produzem imagens tridimensionais do corpo em forma de fatias. Desse modo, ela permite acesso a áreas que só seriam possíveis com métodos de exames muito mais invasivos. 

Ressonância Magnética

Essa é a técnica mais recente do diagnóstico por imagens em pequenos animais. Com a ressonância magnética veterinária é possível um diagnóstico mais concreto e seguro do paciente

Desse modo, ela é muito utilizada para diagnósticos de problemas neurológicos, permitindo a identificação e localização precoce de problemas no sistema nervoso central e periférico.

É apenas fazendo uso da ressonância magnética que o veterinário pode observar as variações químicas e físicas dos tecidos do animal. Portanto, ela oferece uma gama de vantagens para que a as análises neurológicas sejam de maior qualidade.

Papel do médico veterinário

A experiência e capacidade analítica do médico veterinário são fundamentais no momento de realizar um diagnóstico por imagem. Afinal, trata-se de uma relação estreita entre homem e máquina, exigindo assim que o profissional tenha bastante sensibilidade e experiência. O diagnóstico por imagem é um serviço muito importante em clínicas e hospitais veterinários pois ajuda no direcionamento do tratamento ou necessidade de exames complementares.

Pós-graduação em diagnóstico por imagem em pequenos animais

Tendo em vista tal importância e atendendo a milhares de pedidos de diversos alunos o CPT Presenciais – Cenva Pós-Graduação trouxe um modelo jamais visto no país.

A pós-graduação em diagnóstico de imagens em pequenos animais já é uma realidade. E o melhor, você terá acesso ao treinamento prático individualizado que te proporcionará a segurança necessária para atuar no mercado.

Preocupados em realizar o seu sonho de se tornar um profissional diferenciado no mercado o CPT – CENVA pensou em cada detalhe da infraestrutura da unidade de ensino. O resultado são equipamentos modernos, número suficiente de animais para o treinamento prático intensivo e, é claro professores especialistas no assunto.

Você terá a oportunidade de realizar uma pós-graduação veterinária Latu Sensu com um novo conceito em nosso país, utilizando a metodologia de ensino do CPT Cursos Presenciais: prática intensiva de todos os alunos com foco em torná-lo um profissional de referência no mercado de diagnóstico por imagem veterinária em pequenos animais.

As turmas possuem número reduzido de alunos, pois só assim é possível oferecer um treinamento prático individual com qualidade! CLIQUE AQUI e saiba mais!

Fonte: Pet Care, CRMV-BA e CPT Cursos Presenciais    

  • 107
  •  
  •  
  •  
  •  


Atualizado em: 24 de agosto de 2020

Artigos Relacionados com Pequenos Animais: