A utilização do ultrassom veterinário para o diagnóstico de patologias em cães e gatos

  •   
  •   
  • 7
  •  
  •  
  •  
  •  

O uso do ultrassom veterinário tem sido um dos avanços tecnológicos que vêm revolucionando o atendimento nas clínicas e hospitais de pequenos animais, especialmente no que diz respeito ao diagnóstico de patologias.

Um exemplo é que esse equipamento possibilitou aos profissionais a facilidade no atendimento de uma população crescente de animais de estimação no mundo, que gira em torno de 105 milhões de pets.

Embora não seja uma grande novidade para os profissionais do setor, este aparelho, de tempos em tempos, recebe novos aperfeiçoamentos e atualizações, de forma a tornar o diagnóstico cada vez mais preciso. A função doppler, por exemplo, acoplada aos exames por imagem, possibilita outras vantagens além da visualização de diferentes partes do organismo.

Técnicas de uso do ultrassom veterinário

Importante que além do manuseio do aparelho em si, o profissional esteja treinado para lidar com o animal, de forma a deixá-lo tranquilo para que o exame não se comprometa. Uma das opções é o uso de sedativos e focinheiras. Saber lidar com essa situação, durante o preparo é de grande importância para o sucesso do exame.

Outro procedimento importante durante o pré-exame é a realização da tricotomia. Trata-se da raspagem do pelo do local, de forma a facilitar a passagem das ondas sonoras. Em seguida, deve-se utilizar um gel próprio, como método para a retirada do ar entre a pele e o aparelho, além de tomar muito cuidado com o uso do transdutor, peça bastante sensível do ultrassom e que, ao ser danificado, pode alterar os resultados do exame. 

Benefícios do ultrassom veterinário

O exame ultrassonográfico é responsável por detalhar as estruturas do corpo, visualizando a anatomia e principais alterações, correlacionando assim às informações clínicas e otimizando o processo do diagnóstico.

Essa ferramenta tornou-se indispensável na rotina dos profissionais veterinários pela facilidade da operacionalização e interpretação dos resultados obtidos, seguido de alguns benefícios:

 – Alta precisão;

– Avaliação das alterações gástricas;

– Alterações do trato urinário;

– Avaliação reprodutiva do animal;

– Diagnóstico precoce da gestação;

– Avaliação das artérias pelo método doppler;

-Diagnóstico da ruptura do ligamento cruzado cranial;

– Avaliação do abdômen, tórax, coração, tendões, dentre outros órgãos.

Esses são apenas alguns benefícios básicos, sendo que o uso do ultrassom veterinário vai muito além, mostrando a situação clínica do animal e em tempo real.

Interessante como um equipamento pode facilitar o atendimento e solucionar diversos empecilhos, não é mesmo?

Para você, profissional veterinário que atua ou tem interesse em atuar na área de diagnóstico por imagem, nós trouxemos mais algumas dicas sobre o ultrassom para agregar ainda mais valor ao seu conhecimento.

Dê uma conferida neste conteúdo:

Ultrassom: 10 técnicas de Diagnóstico em Pequenos Animais

Seja um profissional destaque no assunto!

Ultrassom veterinário
  • 7
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 28 de maio de 2019

Artigos Relacionados com Pequenos Animais: