Como cuidar da pelagem do seu cão

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Para evitar que o pelo do seu cão fique com nós, é necessário escová-lo com freqüência. Uma vez com nós, o animal pode puxar e causar inflamações na pele sensível do cão, causando dor. Até mesmo os de pelagem curta e baixa necessitam de uma escovação regular, para distribuir o óleo da pele e remover os pelos mortos.A escovação regular mantém a pele saudável e estimula o fluxo sanguíneo, que, consequentemente, acaba distribuindo os óleos naturais.

Um cão com pelagem curta deve ser escovado no mínimo uma vez por semana. Contudo, um cão com pelagem grossa e longa exige cuidados diários. Uma escova de cerdas de borracha ajuda a prevenir a existência de nós, enquanto uma escova de couro curtido ou uma luva de borracha remove os pelos soltos de forma rápida. Para se obter um melhor resultado, é necessário que a escovação seja feita no sentido para baixo em relação à pele.

Se você tem um cão com pêlo curto, uma escova de cerdas naturais é mais recomendada. Esse tipo de escova também pode ser usada em raças como husky e collie, que apresentam a chamada “pelagem dupla”, que é caracterizada por uma pelagem macia por baixo, e uma pelagem externa resistente. Uma escova de pino de aço é recomendada para cães de pelagem longa. Cães como poodles, bichons frises, kerry blue terries, com a pelagem cacheada ou ondulada, precisam de uma escova de borracha com cerdas curvadas. Para os cães de pelo liso e escorridos, como setters ou spaniels, a escova de pinos ou cerdas de borracha são boas escolhas.

Antes de escovar seu cão, é necessário umedecer sua pelagem, preferencialmente com um condicionar em spray, para que a escova se movimente suavemente no pelo, diminuindo a eletricidade e os fios partidos.

Para a remoção de nós, é necessário o uso de óleo para bebê, ou algum líquido desembaraçante. Após alguns minutos, tente desprender e separar os fios dos nós, usando os dedos ou um pente.Escove cuidadosamente cada uma das partes desprendidas, indo devagar para não machucar seu cão. Em casos mais sérios, a pelagem inteira terá que ser cortada.

Fonte: Filhos de Quatro Patas

Adaptação: Revista Veterinária

 

Conheça o Curso de Dermatologia em Pequenos Animais!

 

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Artigos Relacionados com Clínica Médica em Pequenos Animais: