Conheça alguns alimentos perigosos para os cães

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  

Muitos alimentos são bons para os seres humanos, mas isso não quer dizer que sejam também para os animais.

Sendo assim, por desconhecimento, o dono do cão pode ser o responsável por uma grave intoxicação no animal.

Citamos aqui alguns dos principais vegetais que podem ser tóxicos para o pet.

– Folhas e caule do tomate, ou até mesmo o tomate ainda verde é responsável por anomalias gastrointestinal nos peludinhos.

– Sementes de maçã apresentam cianeto que é altamente tóxico. A maçã em si não faz mal, o melhor é que sempre retirem as sementes como garantia.

– Batatas, isso mesmo! As batatas verdes ou cruas são tóxicas para os cães e até mesmo para nós, causando vômitos, convulsões e até mesmo irregularidades cardíacas.

– Cogumelos, esses são responsáveis pelo grande número de mortalidade de animais. Apesar de ter vários tipos e muitos serem comestíveis na culinária, é sempre melhor ficar de olho e evitar, já que os cães são curiosos e comem tudo que vê pela frente.

– Uvas e passas apesar de não apresentarem sinais claros, são grandes responsáveis por comprometer o bom funcionamento dos rins em cães.

– Cebola e alho, os temperos mais comuns e que muitos acham inofensivos podem causar sérios danos ao seu bichinho, como a elevação do coração e taxas respiratórias.

– Abacate, possui uma toxina solúvel encontrada em suas células que podem causar inflamação das glândulas mamárias e até insuficiência cardíaca, sem se falar no seu caroço que pode fazer com que o cão engasgue.

Existem muitos outros alimentos perniciosos aos cães. Portanto, é de grande importância que o proprietário do animal busque informações sobre os mesmos, de modo a preservar a vida dos pets. Pode ser que o animal não apresente de imediato as reações ao ingerir tais alimentos, mais com o tempo as toxinas podem ir se manifestando.

 O número de animais que são levados às clínicas e hospitais veterinários com índices de intoxicação é cada vez maior nos dias de hoje.

Por isso é necessário que os profissionais tenham amplo conhecimento na medicina veterinária para saber atuar com confiança e rapidez nas situações de emergências, a fim de garantir a saúde dos animais.

Para o profissional que está sempre em busca de conhecimento, prática e experiência, não existe crise, o seu lugar está garantido no mercado. Aqui tem muitas soluções para você. Confira.

Fonte: Equipe Revista Veterinária

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artigos Relacionados com Clínica Médica em Pequenos Animais: