Dermatite em cães: Conheça as 5 mais comuns

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

As dermatites em cães comprometem a saúde dos pets e merecem atenção. Embora, deixada de lado por muitos, elas representam grande parte do atendimento na clínica médica veterinária. Pois, assim como em humanos são extremamente comuns.

Causadas por inúmeros fatores, até mesmo por situações que aparentemente não oferecem riscos é preciso ficar atento aos seus primeiros sinais. Continue a leitura e saiba como lidar com as principais doenças de pele canina. 

Primeiros sinais de dermatite em cães 

Para te ajudar a identificar esse problema de saúde, alguns sinais denotam que é preciso levar o animal ao veterinário. Então, aquela simples coceirinha pode ser muito mais do que você imagina. Falamos de coceira, porque ela é justamente um dos sinais mais característicos das doenças de pele canina.

Além disto, o cão pode apresentar:

– Vermelhidão
– Queda de pelos 
– Secreção nos olhos
– Lambedura excessiva
– Áreas com crostas e feridas
– Infecções frequentes nos ouvidos

Quando não são tratadas, podem evoluir e causar problemas mais graves como anemia e outras doenças infecciosas. Mas, a maior parte das doenças de pele caninas são tratadas se forem acompanhadas desde início. 

Agora que você já sabe os principais sinais das doenças dermatológicas, confira no em seguida as principais. 

#1 Sarna

Pode se apresentar de dois tipos: a sarna demodécica e a sarna sarcóptica. Ambas são causadas por ácaros que, quando encontram-se na pele dos cães causam inflamação. 

Conforme a doença avança, pode fazer com que o cão perca pelos e se comece a se coçar de forma aguda e progressiva. Para melhorar o quadro são utilizados xampus específicos para controlar a coceira. Mas, que sempre são indicados por um médico veterinário.

#2 Alergias

Outra causa frequente de dermatite em cães são as alergias. Porque, muitos alimentos e substâncias químicas presentes nos mais variados produtos são potencial fonte de alergia para o pet.

#3 Parasitas e pragas

Os carrapatos e pulgas são um dos maiores causadores de dermatite em cães já que, eles se alimentam de sangue do pet. Isso faz com que o animal se coce de forma compulsiva. Geralmente, as picadas também podem deixar a pele do animal bem inflada o que piora conforme a coceira aumenta.

É importante tratar assim que forem detectados pois além de causar doenças dermatológicas, os carrapatos podem ocasionar enfermidades mais graves em infestações mais severas como anemia e erliquiose (doença do carrapato). 

#4 Tumores

Animais em idade avançada têm mais probabilidade de apresentar tumores e cistos, mesmo que não sejam cancerígenos. Mesmo assim, devem ser tratados com atenção para que não se tornem um problema mais grave. 

#5 Micoses

Nesse caso, os agentes causadores são os fungos. Da mesma forma como acontece em humanos, pode contaminar os animais. Ou seja, devem ser rapidamente controladas e tratadas para não afetar outras pessoas e animais que convivem com o pet acometido. 

Basicamente, as micoses se caracterizam-se por uma lesão avermelhada que vai aumentando e ocasionando a queda do pelo. Como esses tipos de fungos se aproveitam da baixa defesa do organismo é muito comum que as micoses ocorram em filhotes.

O que ocasiona a dermatite em cães?

Diversos fatores podem desencadear a dermatite em cães, e são elas que determinam o tratamento. Dentre as principais causas do problema podemos destacar:

– Estresse
– Depressão
– Hormônios 
– Má alimentação
– Sistema imunológico enfraquecido

Como evitá-las?

A dermatite em cães pode ser evitada com medidas de higiene no local onde o animal passa a maior parte do seu tempo bem como dos objetos que ele entra em contato.

Banhos periódicos e as escovação dos pelos também são ações que diminuem a sujeira e reduzem as chances do animal ser acometido.

Após ler esse artigo você, médico veterinário, pode perceber como a área de dermatologia é uma grande oportunidade para sua atuação? Para você que quer se aprofundar no assunto e receber um treinamento prático de diagnóstico de doenças dermatológicas, dê só uma olhadinha:

Curso de Dermatologia em Pequenos Animais

Fontes: Canal do Pet e Konig Brasil

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 23 de novembro de 2018

Artigos Relacionados com Pequenos Animais: