Quais as técnicas utilizadas no diagnóstico de gestação em cadelas e gatas?

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Diagnóstico de gestação em cadelas e gatas

O diagnóstico de gestação em cadelas e gatas é cada vez mais solicitado nos últimos anos. Através de exames físico e complementares, é possível estimar o número de fetos, acompanhar o desenvolvimento e a viabilidade fetal e assegurar o bem estar e saúde da fêmea gestante. 

A gestação nas cadelas e nas gatas dura cerca de 63 dias, com variação de 7 dias a mais ou a menos, a partir do dia da cobrição. Seja a prenhez programada ou não, deve-se ter cuidados especiais com as fêmeas. Como por exemplos cuidados com a alimentação, vacina e medicamentos.

É essencial que o diagnóstico seja feito precocemente, garantindo a saúde da fêmea e dos seus filhotes. Para isso é preciso também que o Médico Veterinário conheça bem a fisiologia reprodutiva desses animais. Então, continue a leitura e saiba quais os métodos utilizados para diagnosticar a prenhez de cadelas e gatas.

Fisiologia reprodutiva 

O ciclo reprodutivo da cadela possui alguns elementos específicos. Como por exemplo, a ovulação de oócitos imaturos, a longa viabilidade dos espermatozoides. Também as diferentes taxas de clivagem embrionária, que dependem da maturação oocitária na etapa da fecundação. 

O período fértil da cadela vai do final do proestro ao estro. No decorrer dessas duas fases, ocorre o desenvolvimento dos folículos nos ovários. O estro tem início de 1 à 2 dias antes do pico de hormônio luteinizante (LH), durando cerca de 5 à 9 dias. Portanto, nesta fase, o acasalamento pode ocorrer inúmeras vezes. Dessa forma, a concepção ocorre em até 7 dias após o último acasalamento.

Já as gatas são poliéstricas estacionais e são conhecidas por apresentarem ovulação induzida pelo coito. Nessa espécie os oócitos são ovulados já no estágio de metáfase II. Entretanto, esses oócitos são mais escuros, por causa da uma quantidade grande de material lipídico. 

Métodos de diagnóstico de gestação em cadelas e gatas

Hoje em dia, os métodos utilizados para diagnóstico de gestação em cadelas e gatas, tem sido a palpação e as radiografias de abdômen.

Palpação e Radiografias do abdomên

A palpação é um procedimento simples e conveniente, à proporção de acerto é de 80% quando feito por pessoas experientes. Já a acurácia a proporção de acerto é de somente 12% de valor preditivo, quanto ao número de fetos.

Através desses métodos, a melhor época para realizar o diagnóstico de gestação em cadelas e gatas são entre os 24-35 dias e após os 50 dias do cruzamento. As Radiografias de abdômen somente são úteis após os 45 dias e, com grande certeza, na última semana da gestação. Dessa forma, aproximando-se de 100% quanto ao estado de gravidez ou não e de 93% quanto ao número de fetos (desde que as chapas sejam de boa qualidade, caso contrário provocará mais transtornos do que ajuda).

As desvantagens desses métodos são que a palpação, não raro, é difícil em cadelas grandes, nervosas ou agressivas. Em alguns casos, os proprietários relatam que o animal passou a apresentar problemas após o procedimento. A baixa especificidade é outro inconveniente. Por outro lado, as radiografias de abdômen, apresentam problemas da radiação ionizante a que estão expostos o animal, o proprietário e os profissionais.

Ultrassonografia

O método eficaz e vantajoso financeiramente é a Ultrassonografia. Pois, é um exame rápido, indolor, não necessita tranquilização, não tem efeitos colaterais à mãe, aos fetos e aos profissionais. É possível diagnosticar a gestação entre 20-21 dias, e às vezes, a estimativa da idade, das dimensões fetais, da sua vitalidade, entre outros.

Na ultrassonografia também é possível avaliar o aparelho reprodutor, principalmente quanto à existência de aumentos do útero. Contudo, a presença de feto morto retido ou mumificado e a reabsorção fetal podem ser evidenciados com eficácia.

Vale ressaltar que as técnicas de diagnóstico por imagem em pequenos animais são responsáveis pela identificação de diversas doenças e condições dos animais. Portanto, sabendo dessa importância, você Médico Veterinário deseja dominar essas técnicas de diagnóstico por imagem? Então, clique no banner abaixo e conheça o nosso parceiro Cenva Pós-graduação, que oferece um novo conceito de capacitação em medicina veterinária!

 Fonte: VetSete e UNESP

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 29 de outubro de 2019

Artigos Relacionados com Pequenos Animais: