Nutrição de equinos

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A nutrição é um dos pontos mais importantes da equinocultura; através dela serão fornecidos nutrientes necessários para que o animal apresente seu máximo desempenho, tanto atlético quanto produtivo e reprodutivo.Para que isso seja possível, faz-se necessário conhecer as exigências nutricionais das diversas fases fisiológicas e atléticas, bem como os nutrientes a serem empregados nas dietas, visando sempre ao máximo o desempenho do animal, com menor custo e desgaste metabólico possíveis.

Devem-se considerar as quantidades mínimas necessárias de energia, proteína, vitaminas e minerais.

Água

O organismo do equino é constituído de 68 – 72% de água e toda perda deve ser rapidamente reposta. O animal perde água pela urina, fezes e pelo suor. Deve-se oferecer água fresca, sempre limpa, à vontade, pois seu grau de necessidade é elevada, de 20 a 75 litros por dia, dependendo do porte do animal, do clima, da intensidade do trabalho e da natureza da alimentação. As fêmeas em lactação têm suas necessidades aumentadas em 15 a 30 litros por dia. O exercício aumenta a demanda hídrica em 20 a 300%, nos animais atletas. Grande quantidade de água é necessária para a manutenção da temperatura.

Carboidratos e Lipídeos

Os carboidratos são os nutrientes mais abundantes na natureza e representam a fonte primária de energia para os organismos vivos. Considerando o aspecto nutricional, o principal carboidrato é a glicose. Os lipídeos são a reserva energética dos animais, não sendo utilizados apenas como fonte de energia, mas também fornecendo os ácidos graxos que são essenciais ao seu bem estar.

Proteína

As necessidades de proteína dos animais são específicas para prover os aminoácidos de que necessitam, assim como a atividade que desempenham, como crescimento e reprodução. Deve-se preocupar, não só com a quantidade da proteína, mas, principalmente, a qualidade.

Minerais

Grupo dividido em macro e micro elementos minerais.
Os macro-elementos estão envolvidos com a estrutura do animal e são perdidos, diariamente, durante o desempenho de suas atividades.
Os micro-elementos estão envolvidos, principalmente, com as funções metabólicas dos animais.

Constituem parte importante do organismo animal, representando cerca de 4% do peso vivo dos equinos.

O cavalo obtém a maior parte dos minerais que necessita através do pasto, volumoso e grãos.

Vitaminas

Estão divididas em duas categorias principais: as hidrossolúveis e as lipossolúveis. Com a forragem verde, de alta qualidade, que o cavalo obtém na pastagem, provavelmente, não se tem com que preocupar com a adição de qualquer teor extra de vitaminas A, D e E para animais em manutenção. No entanto, se o animal é mantido numa baia e alimentado com feno, provavelmente precisará de uma suplementação de vitaminas.

É necessário ressaltar que o cavalo é um animal Herbívoro, isto é, alimenta-se fundamentalmente de forrageiras. Portanto, em sua dieta habitual, é necessário o fornecimento de volumoso (capim ou feno).
Para alimentação adequada do cavalo, devemos respeitar sua natureza, suprindo suas necessidades básicas, que são:

O feno que é a forma desidratada do capim, isto é, o capim com apenas 10-20% de água. Deve ser feito de capim de qualidade (Coast-cross, tífton, alfafa, etc.) fenado no ponto certo, nem muito seco nem muito úmido.

O capim pode ser fornecido sob a forma de pastagens ou suplementado no cocho, picado. Os mais utilizados sob esta forma são o capim elefante (napier, colonião, etc.).

Ração
Esta deve ser equilibrada, de empresas idôneas para se ter garantia da qualidade do produto.

Atualmente para elaboração de um programa eficiente de nutrição devem-se considerar inúmeros aspectos, tais como desempenho esperado, atividade exercida, tipo de alimentação, dentre outras.

Para elaborar uma alimentação adequada, para suprir as reais exigências nutricionais, máximo rendimento físico e condições de bem estar dos animais consulte sempre um Médico Veterinário.

Fonte: Site Valéria Nascimento

Adaptação: Revista Veterinária

 

 

Conheça o Curso de Manejo Nutricional de Equinos


 

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 28 de junho de 2011

Artigos Relacionados com Equinos: