Já se imaginou atuando na área de Odontologia Equina?

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
odontologia equina

A odontologia equina é considerada uma especialidade dentro da Gastroenterologia devido a sua importância e complexidade, pois um animal que apresenta uma dentição e dinâmica mastigatória errônea, consequentemente pode sofrer com anomalias no sistema digestório.

Os casos de desordens orais em equinos representam, pelo menos, 10% dos atendimentos realizados por médicos veterinários. Já era esperado que com a evolução da Medicina Veterinária, a preocupação com a qualidade de vida e bem-estar do animal aumentasse. E consequentemente, estão surgindo oportunidades de novas capacitações, garantindo uma ampla demanda no mercado de trabalho. A odontologia equina é um exemplo básico desse avanço na veterinária.

A Odontologia equina é muito importante na saúde e no desempenho atlético dos equinos. A atuação nessa área é exclusiva do médico veterinário e cobra conhecimentos de anatomia, fisiologia, farmacologia,e clínica médica. Dessa forma, essa área vem ganhando destaque nos atendimentos de clínicas e hospitais veterinários, proporcionando diminuição das doenças dentárias que podem trazer muitos transtornos e prejuízos econômicos. Continue a leitura e confira como atuar nessa área!

Principais problemas odontológicos encontrados

Nos exames odontológicos os problemas mais encontrados são: 

  • Excesso de pontas de esmalte que pode lesionar as bochechas e a língua; 
  • Má-oclusão que pode machucar as partes moles da boca; 
  • Dente do lobo que pode ferir as bochechas; 
  • Desordens de erupção que podem causar distúrbios na erupção dos dentes permanentes; 
  • Fraturas dentárias que podem ser bem pequenas ou podem atingir quase toda a coroa clínica; 
  • Fraturas com fragmentos deslocados que podem causar dor nas bochechas e na língua.

Por tudo isso, é importante que se inicie os exames orais nos potrinhos o quanto antes, pois, algumas vezes, é possível observar problemas que podem ser resolvidos quando o animal é ainda jovem, prevenindo desordens que podem ser determinantes no seu desenvolvimento, assim como em exposições e competições.

Como realizar um exame odontológico em equinos?

As principais etapas do exame odontológico em equinos, são:

  1. Anamnese;
  2. Inspeção geral;
  3. Inspeção dos dentes incisivos;
  4. Contenção do cavalo;
  5. Colocação do abre-boca;
  6. Inspeção dos dentes caninos, pré-molares e molares;
  7. Anotação.

Geralmente, é necessário realizar o tratamento periódico duas vezes por ano, para a manutenção da “saúde bucal” dos cavalos, pois as interferências causadas por anormalidades no desgaste dos dentes podem interferir na saúde, no desempenho, no temperamento e na longevidade do seu cavalo. Enfim, a odontologia promove melhoras notáveis nos animais nos aspectos físico, atlético e, porque não, psicológico criando condições para que o cavalo desenvolva todo o seu potencial.

Veterinários e os cuidados com os dentes de cavalo

O profissional que tem interesse nessa área, através dos cursos de capacitação e muito estudo, adquire um amplo conhecimento anatômico da boca e dos dentes do animal. Além disso, pode atuar em diversas categorias e com conhecimentos cada vez mais específicos:

  • Fisiologia da mastigação e influência na nutrição;
  • Reconhecimento das alterações e tratamentos;
  • Ajuste da oclusão dentária;
  • Oportunidade de oferecer cuidados específicos para cada quadro clínico no qual o animal se encontra;
  • Verificar a idade do Cavalo pela dentição;
  • Métodos adequados e indicados para as desordens bucais;
  • Farmacologia no tratamento das enfermidades orais;
  • Intervenção cirúrgica caso o animal precise realizar a extração de dentes.

Mas lembre-se, a realização dos cuidados dentários deve ser constante, então a busca por conhecimento e novas técnicas segue o mesmo ritmo. 

Você atuando na área de Odontologia Equina

O dentista de cavalos é muito importante porque distúrbios gastrointestinais, como cólica, perda de peso, reação à embocadura, descarga nasal, aumentos de volume na face ou na mandíbula, fístulas faciais, dificuldade na mastigação, acúmulo de alimento na boca e até problemas considerados de temperamento ou doma podem estar relacionados com a cavidade oral dos equinos. Além disso, cólica, queda no desempenho atlético e perda da condição física podem estar diretamente relacionados à saúde oral do cavalo.

O papel do dentista na doma também é essencial, pois o conforto promovido pelo tratamento torna o trabalho do treinador e o aprendizado do potro mais fácil e menos estressante, melhorando o resultado final.

Por tudo isso, a odontologia equina está sendo cada vez mais valorizada e procurada por criadores, treinadores e proprietários de cavalos, uma vez que é uma prática que ajuda na longevidade, qualidade de vida, condição física e desempenho atlético dos equinos.

Já parou para imaginar a diferença de ser um profissional capacitado nessa área, atuando em haras ou fazenda, garantindo a qualidade de vida e desempenho dos equinos?

Você pode ser um dentista de cavalo! Isso mesmo, não perca tempo. Aproveite o momento para se capacitar na área. Então, clique no banner abaixo e garanta já o seu sucesso profissional: 

Ei!! Ainda tem muito mais conteúdo para você que tem interesse pela odontologia equina. Dê uma rápida conferidinha nos links abaixo, sei que você vai se surpreender:

Saúde começa pela boca: Odontologia equina!

Odontologia Equina: como atuar no cuidado dos dentes dos cavalos

Aprenda a definir a idade dos cavalos pelos dentes

Fonte: Rancho São Miguel e CPT Cursos Presenciais

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 31 de outubro de 2019

Artigos Relacionados com Equinos: