Pulorose aviária: Dicas para você prevenir a doença

  •   
  •   
  • 27
  •  
  •  
  •  
  •  

A pulorose, conhecida também como diarréia branca, é causada pela bactéria Salmonellapullorum. Já que, causa alta taxa de mortalidade é considerada de grande risco. Então, é preciso que você, produtor, fique atento com a enfermidade para não ter prejuízos significativos para a produção.

A enfermidade acomete tanto animais adultos, quanto jovens. Dessa forma, é necessário eliminar qualquer foco de contaminação pela pulorose, que ocorre principalmente entre as próprias aves, seus ovos ou fômites portadores da bactéria.

Pela bactéria causadora da doença sobreviver até onze semanas em camas novas e três semanas em camas antigas, a melhor forma é agir nas primeiras manifestações da doença. Você sabe quais são elas? Veja os principais sinais no próximo tópico!

Sinais da Pulorose

Além da diarreia branca, os animais acometidos podem apresentar:

– Apatia

– Sonolência

– Asas caídas

– Falta de apetite

– Penas arrepiadas

– Crescimento retardado

– Baixa produtividade de ovos

As aves adultas geralmente não apresentam sinais externos visíveis. Por isso, é bem mais difícil detectar a doença nesses casos.

Tratamento da doença

Após sua identificação, o tratamento deve ser feito com a orientação de um médico veterinário que pode indicar medicamentos a base de antibióticos. Como a pulorose não tem cura, a terapia medicamentosa é apenas para amenizar os sinais da doença.

Dessa forma, a melhor maneira de combate à enfermidade, continua sendo a prevenção. Quer saber como deixar seu plantel livre da pulorose? Confira no próximo tópico.

Prevenção da Pulorose aviária

As ações para prevenir a doença podem ser feitas por meio de testes rotineiros das matrizes e então, estabelecer um lote livre da infecção. Assim como, manter o controle de insetos, roedores e pássaros e adotar medidas simples de manejo sanitário (limpeza e desinfecção dos galinheiros). Tais ações, podem ajudar muito a manter seu plantel livre da enfermidade.

É importante também que as aves portadoras da pulorose sejam retiradas de seu plantel para não contaminar as demais.

E você, produtor, quer saber mais sobre o mundo da avicultura? Acesse:

Portal Suínos e Aves

 

Fontes: Embrapa e Revista Agropecuária

  • 27
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Atualizado em: 3 de dezembro de 2018

Artigos Relacionados com Aves: