Saiba como diagnosticar câncer de pele em pequenos animais

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

No dia 4 de fevereiro foi comemorado o Dia Mundial de Combate ao Câncer. E o que muitos não sabem é que esta é uma doença que infelizmente ocorre também em cães e gatos.

Em clínicas para pets, uma das enfermidades mais comuns é o câncer de pele (melanoma). Está presente em animais com pigmentação de pele mais acentuada.

Dentre os fatores responsáveis pela doença está a alta exposição ao sol, apesar da proteção dos pelos, problemas no sistema imunológico e mutações genéticas.

Há algumas raças mais propensas a doença, como boxers e poodles, sendo o problema caracterizado por nódulos escuros com lesões que promovem dores intensas.

O diagnóstico se dá por meio da análise dos locais lesados (citologia), raio X, tomografias, dentre outros.

Dentre os mecanismos de prevenção, a imunoterapia tem obtido bons resultados. Já o tratamento mais comum passa pela cirurgia e radioterapia.

A primeira medida que deve ser tomada é a realização do exame de raio X para concretização exata da doença. Confira.

Fonte: Pet Care

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 18 de janeiro de 2019

Artigos Relacionados com Pequenos Animais: