Úlcera de córnea em cães: Causas e tratamento!

  •   
  •   
  • 668
  •  
  •  
  •  
  •  

Úlcera de córnea em cães também conhecida como Ceratite Ulcerativa é um problema ocular frequentemente registrado nas clínicas especializadas no atendimento de pequenos animais. E mais, a lesão apresenta características variadas, sendo comum que alguns animais tenham maior predisposição quando comparados a outros.  

Os cães têm hábito natural de brincar e até mesmo de brigar entre si, estas ações podem levar a ocorrência de uma simples irritação, até uma infecção mais grave. Além disso, a córnea é considerada a estrutura mais externa do globo ocular, por isso a sua elevada exposição às agressões.

Está preparado para receber conteúdo relevante sobre o assunto? Então vamos a leitura!

Existe uma causa específica para a úlcera de córnea em cães?

Além das causas relacionadas às lesões e traumatismos, presença de corpos estranhos e agentes cáusticos, a úlcera em cães costuma apresentar outras origens. Assim, pode ser em função de deficiências lacrimais, disfunções da pálpebra ou mesmo alterações anatômicas como a distiquíase e tumores palpebrais. E mais, pode ter também sua origem em infecções causadas por protozoários, vírus e fungos.

O diagnóstico pode ser realizado através da análise visual do profissional capacitado. Igualmente, pode ainda lançar mão de recursos como a fluoresceína, uma espécie de corante que destaca a área lesionada, confirmando a úlcera.

Vale lembrar que a área de oftalmologia em pequenos animais é uma das especialidades que mais crescem no mundo. Então, os médicos veterinários estão constantemente em busca de conhecimento sobre as práticas de diagnóstico e tratamento das principais doenças oculares.

Quais são os sinais apresentados pela doença?

É preciso entender que os sinais apresentados pela úlcera de córnea em cães vão depender da profundidade do problema. Antes de tudo, existem as úlceras superficiais, elas têm como característica as fortes dores, que inclusive chegam a ser mais intensas do que as úlceras profundas.

Isso ocorre por conta da estimulação das fibras nervosas presentes na córnea, elas levam a um reflexo do axônio. Então, em linhas gerais, a úlcera da córnea costuma vir acompanhada dos seguintes sinais:

  • Dor
  • Miose
  • Enoftalmia
  • Blefarospasmo
  • Protrusão da membrana nictitante

Sobre a realização do tratamento

A escolha do tratamento da úlcera de córnea em cães deve ser feita levando em consideração a profundidade e gravidade da enfermidade. Em geral, o tratamento mais comum para estes casos passam pelo uso de antibióticos e anti-inflamatórios. Também pode ser via colírios, com amplas possibilidades de recuperação do paciente. Porém, existem outras situações que demandam cautela ainda maior.

Para ser o profissional que o mercado procura é muito importante à busca pelo conhecimento e vivência das técnicas. Nos cursos de pequenos animais do CPT cursos presenciais, você tem a oportunidade de se especializar na área que mais ama.

  • 668
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Artigos Relacionados com Clínica Cirúrgica em Pequenos Animais: