Vasectomia em cães: Conheça mais sobre o assunto

  •   
  •   
  • 330
  •  
  •  
  •  
  •  
Vasectomia em cães

Vasectomia em cães caracteriza-se como um procedimento de interrupção do canal deferente. O objetivo central é apenas evitar que o animal procrie, as demais características em relação ao desejo sexual e personalidade são mantidas. Aliás, para ter uma ideia, o número de animais domésticos no Brasil chega a ser o dobro da população de crianças e estes também precisam de cuidados especiais.

Na castração em cães, diferente da vasectomia, ocorre à retirada do par de testículos do animal. Então, há diminuição da produção de testosterona e algumas mudanças no comportamento. Por exemplo, a questão da agressividade, e a demarcação do território diminuem significativamente, a fuga dos animais também.

Ao longo deste artigo, traremos conteúdo relevante para que você conheça mais a respeito de cada uma das técnicas e tenha segurança na hora de optar pela mais adequada para os animais.

Finalidade da vasectomia em cães

A vasectomia em cães é feita quando o proprietário tem como objetivo a infertilidade do animal. O procedimento consiste na interrupção de um ducto pelo qual os espermatozoides passam. Desta forma, os mesmos não conseguem seguir adiante e sucessivamente ocorre a impossibilidade de fertilização da fêmea.

Você, médico veterinário, é o profissional com a capacitação adequada para aplicar a anestesia geral e realizar corretamente o procedimento. Assim, é fundamental que você se mantenha sempre atualizado, a área de pequenos animais é uma das que mais cresce atualmente. Em resumo, a finalidade é fazer com que o macho se torne infértil, porém preservando as características do comportamento masculino uma vez que os testículos se mantêm.

Pós-cirúrgico da vasectomia em cães

O pós-operatório da vasectomia em cães costuma ser um pouco doloroso, isso ocorre por conta do processo inflamatório da bolsa escrotal. A conduta do proprietário após a vasectomia será fundamental para o sucesso da cirurgia, o principalmente é dar atenção às recomendações do veterinário.


Realize a limpeza da ferida com frequência, e como em outro procedimento deve-se acompanhar o tempo de repouso do animal e a utilização de medicamentos com anti-inflamatórios e antibióticos. Além disso, algumas dicas são valiosas para serem seguidas após qualquer procedimento cirúrgico nos animais. Abaixo listamos algumas, confira:

– Redobre os cuidados com a higiene e mantenha sempre a ventilação do local onde o animal ficará

– Atenção especial também com a alimentação, fique de olho pois ele pode parar de comer

– Não force o animal a se deslocar por longos espaços

– Respeitar o tempo correto de descanso

– Fique atento a evolução da ferida

O importante é que sempre ao observar alguma alteração em termos de secreções anormais, tamanho da ferida ou mesmo inflamações do local, consultar imediatamente o médico veterinário.

Castração em cães

A técnica de castração em cães diminui de forma significativa o número de hormônios dos animais. Esta redução trará algumas modificações no comportamento dos mesmos.

– Entre as principais características apresentadas listamos algumas, confira:

– Maior tranquilidade na realização dos passeios com os animais

– Diminuição dos uivos durante a noite

– Evita as doenças sexualmente transmissíveis

– Redução no número de casos de tumores na mama nas fêmeas e na próstata dos machos   

– Acaba o incômodo com o período do cio

– Evita casos em que as cadelas passam por gravidez psicológica

Aproveite e faça uma pausa para conferir o material gratuito que trouxemos ensinando sobre a técnica de castração do gancho. É um infográfico super completo, onde você aprenderá sobre os quatro pontos mais importantes. Aliás, vale lembrar que a técnica de castração do gancho é a queridinha do momento entre os tutores.

Castração com Técnica do Gancho em Pequenos Animais


Pós-operatório da castração

O período de recuperação dos cães após o procedimento de castração costuma durar cerca de 10 dias. Caso seja possível, é indicado que o animal receba atenção frequente de um tutor. Confira outros cuidados essenciais:

– Limpar a ferida pelo menos uma vez por dia

– Ficar atento para que o animal não lamba ou fique coçando o local dos pontos

– Evite que o animal corra

– Realize sempre os exames prévios

Por fim, vale lembrar que tanto a vasectomia em cães, quanto a castração são procedimentos cirúrgicos e demandam atenção especial no pré operatório. Devem ser realizados os exames certos, com o objetivo de reduzir ao mínimo possível os riscos.No curso de cirurgias em pequenos animais do CPT Cursos Presenciais, você aprenderá na prática as técnicas cirúrgicas mais usadas e os procedimentos que ocorrem na clínica cirúrgica dos animais.

  • 330
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 22 de janeiro de 2019

Artigos Relacionados com Pequenos Animais: