A Doença de Lyme

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  

Se você leva seu cão para passear em bosques, parques ou florestas fique de olhos abertos, pois estes locais podem abrigar carrapatos, principais transmissores de doenças. Dentre elas, está a Doença de Lyme. Popularmente conhecida como borreliose, possui como o agente principal a bactéria Borrelia burgdorferi.

A bactéria que pode se mostrar bastante resistente, atinge de início as células dos cães e em seguida os tecidos, causando artrite. Já em um quadro mais avançando causa encefalite (infecção cerebral). Os sintomas apresentados nos animais são febres, vômitos, dores abdominais, inflamações nas articulações, anorexia, perda de peso, dentre outras.

O início do diagnóstico contará com as informações do proprietário do cão junto ao médico veterinário, que verificará o estágio em que se encontra a doença e se o animal contém inflamações nas articulações e sensibilidade ao toque.A realização do exame de sangue é fundamental para a confirmação da doença.

.Para controle dessa praga é indicado o uso de sprays e coleira anticarrapatos, mais é sempre importante observar o corpo do animal, principalmente as orelhas e entre os dígitos, para verificar se há a presença destes carrapatos.

 

A interpretação de exames como o de sangue é essencial para identificar o agente causador da doença. Saiba mais.

A realização de exames precisa ser feita em locais confiáveis e certificados. Conheça.

Fonte: Cachorrogato

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artigos Relacionados com Clínica Médica em Pequenos Animais: