A importância da esterilização de instrumentos cirúrgicos veterinários

Todos os profissionais da veterinária envolvidos em práticas cirúrgicas devem se preocupar com as condições de seus instrumentos de trabalho. Estes devem estar sempre esterilizados e desinfetados.

Através desta prática se evita muitos transtornos, como a ação de microrganismos, infecções e a transmissão de doenças.

Sendo assim, uma das formas mais comuns para eliminar estas possibilidades é através do uso do calor, fervendo os instrumentos em água.

Temos ainda o vapor sob pressão, para matar os microrganismos mais resistentes, ou a tindalização.

Pode-se utilizar ainda detergentes e desincrustantes, substâncias auxiliadoras nestes processos.

Porém, todos estes métodos precisam ser realizados sob critérios específicos, adquiridos através do investimento em conhecimento.

Os instrumentais cirúrgicos representam um elevado investimento e devem ser manuseados de maneira adequada, para não afetar sua durabilidade, tendo como método mais utilizado para esterilização o uso da autoclave. Confira.

Fonte: Ortovet