Animais de estimação ajudam no combate ao estresse

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  

Um estudo apresentado pelo Instituto de Pesquisa Médica Baker, localizado na Austrália, afirma que pessoas que possuem animais de estimação estão menos propensas a sofre com o estresse.

Foram analisados casos durantes três anos e outras conclusões também foram permitidas, como o fato de animais contribuírem para a redução da pressão sanguínea, bem como a redução dos níveis de colesterol.

Anne Mcbride, psicóloga participante da pesquisa, diz que um pequeno animal traz inúmeras vantagens para a vida das pessoas, fazendo bem a saúde humana. Mcbride destaca que a presença de um Pet permite o controle da pressão sanguínea, uma melhor respiração e ainda auxiliam seus donos a sorrirem mais. Assim, como comprovado em diversos estudos, as gargalhadas, ou simplesmente o fato de estar feliz, faz com que os índices de cortisol, hormônio do estresse, diminuam, e aumentam os níveis de serotonina, substância responsável pela sensação de bem-estar.

Outra pesquisa apresentada pela Universidade Estadual de Nova York em 1991 ressaltou que os pets contribuem positivamente para o controle da pressão sanguínea. E cientistas da Universidade Warwick, Grã-Bretanha, disseram que crianças de quatro a cinco anos se recuperam mais rápido de doenças rotineiras quando possuem animais de estimação em casa.

Fonte: Abril

Adaptação: Revista Veterinária

 

Conheça o Curso de Neurologia Clínica em Pequenos Animais

 

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •