Categorias para jovens em competições ajudam a aproximar crianças dos animais

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  

Um torneio no município de Sorocaba, interior de São Paulo, conta com uma categoria de jovens iniciantes, para que os pequenos comecem a ter seus primeiros contatos com as pistas.

Ney Messi, coordenador da competição, explica que o objetivo principal é tentar trazer cavalos e cavaleiros novos. “Fazemos a modalidade nas categorias mais de base como aprendizado para tentar atingir as categorias mais fortes e, quem sabe um dia, até disputar um mundial ou qualquer coisa parecida”.

Gabriel Marins de oito anos se prepara no lombo no cavalo da raça lusitano, para sua segunda competição em uma prova de equitação de trabalho. O amor de Gabriel pelos cavalos veio da família. O irmão também monta e o pai, Aluísio Marins, é reitor da Universidade do Cavalo. Para o pai, o mais importante não é ser ganhador das competições, mas sim aquilo que os filhos ganham no contato com os animais.

O pai de Gabriel explica que a questão do cavalo na competição ajuda muito na disciplina, no senso de responsabilidade e na concentração para prova. “A gente acredita que não só a equitação de trabalho, mas o cavalo como um todo ajuda muito na educação dos nossos filhos”.

As categorias para jovens em competições ajudam a aproximar crianças dos animais. Motivados pela adrenalina das pistas e com apoio total das famílias, os pequenos ganham mais confiança em si, naquilo que são capazes de alcançar com o seu esforço e se aproximam ainda mais dos animais.

Fonte: Pecuária Rural

Adaptação: Revista Veterinária

Curso de Manejo Nutricional de Equinos ( Alimentos e Alimentação)

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •