Conheça um pouco mais sobre Anaplasmose bovina

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  

Anaplasma é um gênero de bactérias gram-negativas da família Anaplasmataceae e possui três espécies: A. marginale, A. centrale e A.ovis, sendo a primeira a de maior incidência no Brasil.

É uma moléstia de grande importância no país tendo em vista sua alta taxa de mortalidade e diminuição considerável na produção de gado de leite e de corte, pela ocorrência de mortes de bezerros e abortos. A anaplasma foi considerada uma das doenças mais importantes da Tristeza Parasitária, uma vez que sua mortalidade varia de 10 à 25% no gado total.

Acomete ruminantes domésticos e silvestres, porém a espécie mais relatada é a bovina, causando, além de prejuízos na produção, graves sintomas nos animais infectados, como: perda de apetite, perda de peso, depressão, febre de 40 a 41,5ºC, enfraquecimento, fezes escuras acompanhadas por constipação e dor abdominal, cansaço, desidratação e se não diagnosticada  a tempo e tratada, pode levar o animal à óbito. Ela pode acometer também os órgãos reprodutores do animal.

Um dos fatores que interfere diretamente na forma e nível da infecção e sintomas provenientes da mesma é a idade, que quanto mais novo o animal, mais chances de desenvolver uma forma mais branda da enfermidade e uma recuperação mais rápida.

O tratamento deve ser escolhido e indicado por um Médico Veterinário que irá avaliar o estado do animal para corrigir, juntamente com o foco direto causador da doença, os sintomas desencadeados. A Oxitetraciclina é muito utilizada simultaneamente com protetores hepáticos, alta ingestão de líquidos, analgésicos, antitérmicos e transfusões sanguíneas, em casos muito graves que haja necessidade.

Por: Stéfany Dias – Revista Veterinária

 

Conheça o Curso de Primeiros Socorros em Bovinos

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •