Diferença entre animais silvestres e domésticos

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  

Os animais domésticos e silvestres possuem peculiaridades e diferenças que todo profissional da área de veterinária, seja ele técnico ou graduado, precisa saber. Eis algumas definições básicas: Os animais domésticos podem ser classificados como aqueles que estão acostumados a viver com o homem.  Eles possuem características físicas e biológicas adaptadas a esse conceito. Ex: gatos, cachorros, galinhas, pato, marreco, peru, etc.

O órgão que controla estes animais são as secretarias e delegacias correlacionadas ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e das Gerências de Zoonoses. Estes, por sua vez, são vinculadas ao Ministério da Saúde ou às Secretarias Estaduais de Saúde.

Já os animais silvestres são aqueles vindos de uma espécie nativa, seja terrestre ou aquática. Estes animais, quando tirados da natureza, reagem à presença do ser humano, muitas vezes de maneira agressiva. Eles possuem dificuldades para viver e se reproduzir em cativeiro. Exemplos: mico, morcego, quati, onça, tamanduá, ema etc.

O Brasil é um dos países que mais exporta animais silvestres, e de forma ilegal. É um negócio, escuso, que movimenta cerca de bilhões de dólares. Em outros números, o país comercializa aproximadamente 12 milhões de animais anualmente. Tal fato tem sido uma das maiores ameaças a natureza.

Para saber mais sobre as diferenças entre animais silvestres e domésticos, bem como suas peculiaridades, procure um curso especializado.

 

Veja os principais cuidados com animais silvestres. Clique aqui

 

Fonte: Franca Gestor Ambiental

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artigos Relacionados com Animais Silvestres: