Ducto arterioso persistente em cães

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  

O ducto arterioso persistente é a enfermidade do coração, vascular congênita, mais detectada em cães. Também chamada de dueto arterioso patente.

A anomalia, em linhas gerais, consiste no desvio de sangue, por conta de uma artéria entre a aorta e o pulmão, sobrecarregando o organismo, culminando assim em lesões no miocárdio (músculo cardíaco) e, em seguida, na insuficiência cardíaca.

Os sintomas mais comuns apresentados pelos animais portadores desta doença são fraqueza generalizada, cor cinzenta das membranas mucosas, tosse e intolerância a exercícios.

Os exames de ecocardiograma são os mais indicados para se detectar a doença. Já a cura está na intervenção cirúrgica, através da ligadura do canal, que precisa ser realizada o mais breve possível. Caso contrário, o animal pode correr risco de vida, sendo que praticamente a metade dos animais portadores da doença, que não passaram pela intervenção cirúrgica, morre antes do primeiro ano de vida. 

Geralmente, o procedimento tem bons desdobramentos, e a expectativa pós-cirúrgica é de vida normal.

 

O acompanhamento do caso clínico do animal deve ser feito por um profissional atualizado na área. Saiba mais.

Fonte:Revista Vet

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artigos Relacionados com Clínica Cirúrgica em Pequenos Animais: