Fraturas de mandíbula em pequenos animais

Geralmente as fraturas de mandíbula que acometem os cães e gatos são decorrentes de atropelamentos, pancadas, periodontite grave ou doenças metabólicas.

Os sintomas clínicos frequentemente diagnosticados são dor, hemoptise, estrias de sangue nas fezes, emaciação, disfagia e assimetria facial. A reparação desse tipo de fratura tem como objetivo garantir à adequada estabilidade no foco da fratura e também preservar a dentição e os tecidos moles adjacentes à lesão dos animais.

O tratamento precisa levar em consideração a localização da fratura, extensão e grau de fragmentação óssea. A imobilização e estabilização pode ser dirigida mediante a utilização de funil esparadrapado, amarria interdental, pino intra-medular, cerclagem, fixador externo, placas ósseas ou resina acrílica autopolimerizável.

Fonte: Portal Grupo Integrado

Tratamento Periodontal com curetas, ultrassom e polimento dentário em pequenos animais. Clique aqui.

Princípios da patofisiologia de trauma ósseo e  sua cicatrização. Confira aqui.