Ortopedia equina

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  

Diz o senso comum que fratura em equino não tem cura, o que não passa de um grande equívoco, já que a medicina veterinária tem evoluído bastante nos últimos anos. Sendo assim, nem todo cavalo fraturado deve ser submetido ao sacrifício, já que há grandes possibilidades, dependendo do caso, de que o animal passe a ter uma vida normal, como antes do ocorrido.

Tal mito se difundiu ao longo dos anos em virtude da demora no tempo de recuperação do animal, bem como os custos elevados de tratamento.

Um caso de fratura precisa ser tratado como uma emergência, sendo que a primeira medida a ser tomada é restringir o espaço de locomoção do animal para que a situação não se agrave até a chegada do médico veterinário, é preciso que o proprietário esteja ciente das informações que deverão auxiliar o profissional.

No local, o médico de acordo com sua experiência, deverá realizar uma imobilização provisória do local, com a utilização de talas de madeira e PVC, com acolchoamento ou espuma, com o objetivo de evitar que a fratura se torne exposta ou mesmo possa ser contaminada.

Em seguida, o profissional deverá fazer os exames tradicionais, como apalpação, raio-X, para que seja avaliada a real situação do animal e o grau de severidade da fratura.

Após o diagnóstico, o profissional deverá tomar a decisão a respeito do caso e tipo de cirurgia, obtendo o aval do proprietário.

Há ainda a preparação para o transporte do animal, tratamento, bem como outras decisões que precisam ser tomadas por um profissional com experiência no assunto, e que esteja totalmente preparado para situações de emergência.

 

Entenda um pouco mais sobre os primeiros socorros prestados aos animais nessas situações. Clique aqui.

Fonte: Cirurgia de Equinos

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artigos Relacionados com Clínica Cirúrgica em Equinos: