Procedimentos em casos de grandes ninhadas em cadelas

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  

Será vantagem grandes ninhadas em cadelas?

Elas iniciam a ovulação a partir do 9º dia do cio, até o seu término. A chance de vários óvulos serem fecundados aumenta com a quantidade de vezes que a cadela cruza, por vários dias seguidos.

Em algumas cadelas, pode ocorrer uma “super ovulação”, mesmo que não tenham cruzado por vários dias. Nesses casos, o número de óvulos eliminados é acima do normal.

Um fator que pode contribuir para grandes ninhadas é a administração de certos suplementos alimentares. O cruzamento da fêmea, no 11º dia do cio, momento do pico de ovulação, pode também contribuir para ninhadas maiores.

Não há grande vantagem nas ninhadas grandes, uma vez que problemas são ocasionados, como a requisição de cálcio, que já é elevada em ninhadas normais.

A vida do animal pode ficar comprometida, correndo o risco de ter eclâmpsia, por deficiência de cálcio, durante o parto ou na fase de aleitamento dos filhotes. Isso, sem mencionar o grande desconforto da cadela que deve ser considerado. Aumenta, também, o risco de a cadela ter que passar por uma cesariana, devido à dificuldades ao parir.

Caso as tetas da cadela não sejam suficientes para amamentar, é necessária a complementação do aleitamento de forma artificial, com mamadeiras a cada três horas, o que representa um trabalho a mais para os donos.

É importante que um veterinário participe diretamente e oriente, acompanhando a evolução dos fatos, desde a preparação da fêmea para o acasalamento até o desmame dos filhotes. Dessa forma, serão maiores as chances de garantir o sucesso na reprodução do animal e evitar a decepção da perda de uma ninhada, por omissão de cuidados.

Fonte: Web Animal

Adaptação: Revista Veterinária

 

 

 

Conheça o Curso de Interpretação Ultrassonográfica em Pequenos Animais

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artigos Relacionados com Pequenos Animais: