Raiva equina

cavalo-quarto-de-milhaA raiva é uma doença aguda que ataca o sistema nervoso central de todos os mamíferos, até mesmo o ser humano.

Entre os cavalos, ela pode acometer machos ou fêmeas de qualquer idade, sendo as manifestações clínicas variáveis dependendo da forma paralítica ou furiosa da doença. Os sinais clínicos dependerão da parte afetada, que pode ser o cérebro, tronco encefálico e medula espinhal.

Os sinais característicos quando o cérebro é atingindo são: agressividade, andar em círculo, apatia, cegueira, mudanças de atitude, pressão da cabeça contra objetos, ranger de dentes, sonolência e movimentos involuntários.

Quando a doença agride o tronco encefálico os animais apresentarão andar descontrolado, dificuldade de apreensão e mastigação, queda do lábio, globo ocular retraído, língua sem movimentos.

Já quando atinge a medula espinhal deita-se de lado(decúbito lateral) ou de frente (decúbito esternal), apresenta também paralisia dos membros da frente e de trás.

Observado os sintomas o diagnóstico da doença é dado por meio do exame clínico e confirmado através do método laboratorial.

A transmissão da raiva ocorre quase sempre por meio da mordida ou do contato de ferimentos por saliva dos animais infectados. A prevenção é feita com a vacinação dos animais uma vez ao ano.

Passo a passo em atendimento de emergência em equinos. Confira.

Como diferenciar o animal saudável do animal doente?

Qual a estrutura para os primeiros socorros?

 

Fonte: Agricultura

Adaptação: Revista Veterinária

Conheça o Curso de Primeiros Socorros em Equinos