Ultrassom veterinário com doppler: conheça suas aplicações!

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
Ultrassom-veterinário-com-doppler-conheça-suas-aplicações

Atualmente, o ultrassom veterinário é considerado um importante aliado na medicina veterinária. Com os avanços dessa tecnologia, melhorias nos atendimento de rotina e emergência foram possíveis. Alguns dos benefícios alcançados com o ultrassom veterinário são a obtenção de informações que fornecem diagnósticos mais precisos, realização de exames de forma mais agilizada, redução dos procedimentos e aumento as chances de cura das patologias.

Dentro de todo esse avanço, vemos um grande desenvolvimento de novas técnicas de modalidade da ultrassonografia veterinária. Nesse contexto, um recurso que tem se tornado cada vez mais popular é o doppler. Essa importante ferramenta já é usada nas clínicas e em propriedades de alto desempenho, permitindo melhores diagnósticos. 

Por ser algo relativamente novo, muitos profissionais ainda têm dúvidas sobre a utilização deste recurso. Por isso trouxemos informações sobre algumas aplicações. Confira!

Mas, o que é o Doppler?

O doppler é uma modalidade de ultrassonografia caracterizada por um efeito que é causado pela variação da frequência sonora notada por um observador. Isso só é possível quando a distância entre ele e a fonte de ondas sonoras está variando, seja aumentando ou diminuindo.

O ultrassom veterinário com doppler permite que, além de verificar os movimentos das estruturas e órgãos do animal, o veterinário possa visualizar o sentido do movimento e a velocidade do fluxo sanguíneo de seu paciente.

Além de ser usado para examinar a circulação sanguínea, o doppler é um grande aliado para detectar e caracterizar vasos sanguíneos no interior de lesões. Do mesmo modo, verificar a vascularização presente no interior de órgãos ou o sistema arterial, com imagens dinâmicas e em tempo real.

Assim, o ultrassom veterinário com doppler permite ao médico veterinário verificar informações qualitativas e quantitativas do fluxo sanguíneo do corpo do paciente. Dessa forma, ele obtém diversas vantagens para realizar seus diagnósticos.

Vantagens do uso do doppler

Pensando no ultrassom veterinário convencional, este revela apenas imagens em tom de cinza. Estas, representam o tamanho e a textura do objeto que está sendo analisado. Já o ultrassom veterinário com doppler, como vimos anteriormente, é capaz de traduzir movimentos, como o fluxo sanguíneo, em cores e sons. Desta forma, o resultado são análises e diagnósticos mais precisos.

No caso da avaliação reprodutiva, a ultrassonografia doppler tem sido cada vez mais usada para diagnosticar a gestação precoce dos animais. De acordo com estudos realizados pela Embrapa Gado de Leite, por meio da utilização deste recurso é possível reduzir o intervalo entre inseminações realizadas em uma vaca para cerca de 20 dias. O resultado são ganhos econômicos tanto para o pecuarista quanto para o médico veterinário.

Além disso o doppler permite a diferenciação de estruturas vasculares e não vasculares, detecção de má formação vascular congênita e adquirida, mapeamento da vascularização em formações e é possível fazer a localização de estenoses e obstruções vasculares.Outro ponto é que, no início de seu uso, o ultrassom com recurso doppler tinha um valor mais alto. Isso dificultava no dia a dia do atendimento veterinário. Hoje, com a sua popularização, os valores estão mais acessíveis e o equipamento pode ser usado não só nos atendimentos veterinários. O ultrassom veterinário com doppler tem estado presente em hospitais, clínicas e consultórios, e nas propriedades.

Diferentes especialidades que usam o doppler

Graças a sua versatilidade, o doppler pode ser usado em diagnósticos em todos os animais. Conheça suas diferentes aplicações em cada caso!

Clínica e reprodução de grandes animais

O ultrassom veterinário com doppler é uma tendência na pecuária. Pois, é um importante mecanismo para o profissional conseguir encurtar a estação de monta na fazenda. E mais, é possível identificar antecipadamente as vacas não gestantes utilizando o ultrassom doppler de ovário a partir da verificação da existência de fluxo sanguíneo no corpo lúteo.

O equipamento também é uma importante ferramenta para fazer acompanhamento gestacional. Pois, permite avaliar as estruturas do embrião e o seu desenvolvimento de forma não invasiva e precisa. Na criação de equinos, a ultrassonografia com doppler é muito utilizada pelos profissionais para identificar alterações do fluxo sanguíneo durante períodos como:

  • Gestação;
  • Ciclo estral;
  • Em éguas receptoras cíclicas;
  • Na detecção de doenças vasculares associada ao desvio folicular.

Clínica de pequenos animais

Na clínica de pequenos, o ultrassom veterinário com doppler permite agregar qualidade no atendimento dos pets e diagnosticar doenças que podem ser fatais. Muito usado na realização de exames cardiológicos, o ultrassom veterinário com doppler proporciona ao médico veterinário informações precisas sobre a direção e velocidade do fluxo sanguíneo no coração e nos vasos. Aliás, as imagens obtidas são dinâmicas e em tempo real. Graças a sua precisão, pode ser utilizado em diversos casos, tais como:

  • Ortopedia;
  • Oncologia;
  • Oftalmologia;
  • Alterações gástricas;
  • Avaliação reprodutiva;
  • Doenças hepáticas;
  • Avaliações cardiológicas;
  • Realizar o acompanhamento gestacional;

Como explorar as possibilidade do doppler

Como vimos, conhecer a respeito das possibilidades de uso do ultrassom veterinário com doppler traz diversas vantagens para os atendimentos. Mas, para se tornar um bom profissional e usufruir de todos os benefícios é preciso se qualificar sempre. Assim, você será um profissional capaz de avaliar com facilidade as informações fornecidas pelo ultrassom e tomar as decisões de forma segura.

Conhecer as diversas funcionalidades que o ultrassom possui te ajudar a realizar a escolha acertada. Por isso, listamos abaixo as principais características que devem ser levadas em consideração na hora de adquirir o seu equipamento. Confira:

  • Custo-benefício;
  • As certificações necessárias;
  • Se o aparelho é fixo ou portátil;
  • Tipos de modelos e fabricantes;
  • Principais aplicações e o local de uso.

Ao longo deste artigo mostramos apenas algumas das aplicações do ultrassom veterinário com efeito doppler. Mas, para que você consiga de fato executar diagnósticos precisos, é importante estar preparado. Como apontamos, a qualificação é muito importante. Sem a experiência prática e sem os conhecimentos necessários de ultrassom veterinário, a interpretação das imagens fica comprometida. Por isso, se você é um médico veterinário de pequenos animais que busca aprofundar e elevar suas possibilidades de diagnóstico temos uma dica para você: conheça o curso avançado de ultrassonografia em pequenos animais do nosso parceiro CPT Cursos Presenciais.

Com ele você aprenderá todas as modalidades avançadas do ultrassom, assim como o doppler. Assim, poderá se desenvolver na prática, aperfeiçoando seu diagnóstico.

Fonte: Shop Veterinário, Revista científica de Medicina Veterinária

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
9º Aniversário do Shop Veterinário

Atualizado em: 3 de março de 2020

Artigos Relacionados com Pequenos Animais: