Vacinação protege os cães contra a cinomose

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  

vacinação de cães e gatosA cinomose acomete os cães atingindo vários órgãos, é causada por um vírus muito sensível ao calor, luz solar e desinfetantes comuns, dessa forma ele a doença se desenvolve em ambientes frios e secos.

            A doença apresenta um quadro preocupante, uma vez que é uma moléstia altamente contagiosa.

            O contágio se dá através dos animais doentes que entram em contato com os animais sadios, por meio da respiração do ar contaminado. Após a infecção ocorre o período de incubação do vírus que é de 3 a 6 dias ou até 15 dias, depois o animal apresenta febre, perda de apetite, apatia, vômito e diarreia, corrimento ocular e nasal.

            Após essa primeira etapa, os animais apresentam uma ligeira melhora. Quando eles não são tratados os sintomas descritos voltam no segundo estágio da doença. Nesse segundo estágio os animais apresentam sintomas como febre, falta de apetite, vômito, diarreia, dificuldade de respirar, agressividade e pode ocorrer paralisia da fase com inflamação do cérebro.

            A melhor forma de tratamento para a cianose é a prevenção, já que não existe tratamento para a doença. O médico veterinário somente indica medicamentos que ajudam na melhora dos sintomas.

            Para evitar que o seu animal contraia a cianose é preciso vaciná-lo, a partir da sexta semana de vida em três doses. Quando os animais alcançarem a idade adulta, eles devem ser vacinados todos os anos.

Como realizar o antedimento emergencial em animais de estimação?

Quais os procedimentos envolvidos na estabilização de pacientes em situação clínica emergencial?

Conheça nossa linha de equipamentos de anestesia e cirurgia.

 

Fonte: Tudo Sobre Cachorros

Adaptação: Revista Veterinária

 

Conheça o Curso de Emergências e Pronto Atendimento em Pequenos Animais

emergencias e protoatendimento em caes e gatos

  •  
  •  
  •  
  •  
  •