Você teria um porco de estimação em casa?

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  

Para os que pensam que animais de estimação são apenas cães e gatos, um caso em Matão, múnicípio de São Paulo, vem para provar que o amor supera qualquer tipo de preconceito. Iraci Lopes da Silva Malon, uma dona de casa, ganhou de uma amiga da família um porquinho quando o mesmo tinha apenas 28 dias de vida e tamanho de um cãozinho de pequeno porte. Hoje, o animal pesa 150 quilos, e continua sendo tão mimado quanto quando chegou à residência.

Logo no primeiro contato com o animal, seu marido, José de Carmo Malon, não simpatizou muito com a ideia do animal morando com eles como integrante da família, mas depois se acostumou e até gosta do porquinho batizado como “Baby”. “Ela disse que ia amarrá-lo na corrente. Eu falei que não era um cachorro para prender. Mas hoje, vejo que deu certo.”, diz José.

Segundo a “mãe” Iraci, Baby não é um porco comum, é uma espécie selvagem, uma mistura de porco com javali. “Ele tem rabinho de leão”, acrescenta. Mesmo sendo criado com mimos e ter uma convivência muito dócil com seus donos, o porco não gosta muito de outras pessoas, muitas vezes inclusive, por ciúmes da dona, chegando a quase morder a mão do repórter durante a entrevista, enquanto o mesmo acariciava o focinho do animal.

Baby provoca curiosidade por onde passa por causa de sua relação inusitada com Iraci e pelos cuidados que ela tem. Ele está de dieta, sua ração e arroz foram diminuídos e verduras foram acrescentadas na sua alimentação, para não aumentar seu peso e manter-se saudável!

Fonte: G1

Adaptação: Revista Veterinária

Conheça o Curso de Emergências e Pronto Atendimento em Pequenos Animais!

 

 

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Artigos Relacionados com Pequenos Animais: