Ambiente físico para as respostas fisiológicas de novilhas de raça leiteira

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A exploração da pecuária leiteira prevalece em sistema de produção a pasto, conforme o levantamento do Milkpoint (2008) que registrou, entre os cem maiores produtores nacionais de leite, que 14% adotam o sistema de produção a pasto e 47% o sistema semi-confinado, totalizando 61% dos sistemas de produção de leite, utilizando pastejo. Sabe-se ainda que dentre os fatores que afetam negativamente a produção de vacas de alta produção leiteira, o estresse por calor é tido como um dos principais agentes, desta forma, uma alternativa utilizada para evitar ou amenizar o estresse térmico causado pela radiação solar é o uso de sombreamento, que diminui a incidência da radiação direta, beneficiando o conforto térmico, favorecendo o desempenho dos animais.

Para avaliar a tolerância dos animais ao calor, um dos testes de campo que vem sendo utilizado com frequência, por diversos autores, é o Índice de Tolerância ao Calor (ITC) proposto por Baccari Júnior et al. (1986). Porém, este teste baseia-se apenas na capacidade de dissipação de calor, assim o emprego de mais um teste que avalie o nível de estresse provocado pela radiação solar direta, contribuirá para a obtenção de conhecimentos mais seguros, para tomada de decisão mais acertada, concernente à adequação das instalações e do manejo dos animais nas regiões tropicais, visando evitar ou amenizar os efeitos negativos do ambiente sobre os animais, com consequente melhoria no bem-estar dos animais e incremento na produção. Um dos testes de avaliação de tolerância ao calor, que pode atender a este requisito é o teste de Benezra, porque incorpora ao coeficiente de tolerância às respostas fisiológicas, temperatura corporal e a frequência respiratória (COSTA et al. 2007; PEREIRA et al. 2007).

O trabalho foi desenvolvido no Núcleo de Pesquisa em Ambiência (NUPEA) do Departamento de Engenharia Rural (LER) da Escola Superior de Agricultura Luis de Queiroz (ESALQ) da Universidade de São Paulo (USP).

Foram utilizadas 12 novilhas mestiças Holandesas/Jersey com peso médio de 285 kg, pertencentes ao Departamento de Zootecnia, da ESALQ/USP, criadas a pasto, distribuídas num delineamento inteiramente casualizado, em três tratamentos com 12 repetições.

Os tratamentos consistiram na avaliação das respostas fisiológicas dos animais em diferentes condições de conforto térmico: 1) Antes do estresse; 2) Logo após estresse provocado pela radiação direta e 3) Uma hora após do término da exposição à radiação solar direta. Através dos parâmetros temperatura retal (TR) e frequência respiratória (FR) e dos testes: 1) Coeficiente de tolerância ao calor (CTC); e 2) Índice de tolerância ao calor (ITC).

Os animais foram mantidos no pasto até às 10:00h, quando eram conduzidas ao estábulo, onde permaneciam por um período de duas horas (10:00h às 12:00h), em seguida mensurados e registrados os parâmetros TR e FR (1 ); logo após, foram submetidos à radiação solar direta, durante uma hora (13:00h às 14:00h) sendo posteriormente reconduzidos à sombra, e imediatamente mensurados os parâmetros TR e FR (2) onde permaneceram por igual período de tempo (14:00h às 15:00h), no final deste período à sombra a TR e a FR foram novamente registradas (3), durante um período de 3 dias de ausência de nebulosidade. Durante as horas de realização do teste os animais permaneceram em jejum e sem água.

A FR foi obtida através da observação visual dos movimentos do flanco por um período de 15 segundos e o resultado multiplicado por quatro, e expresso em movimento por minuto (mov/min). A TR foi determinada através da introdução de um termômetro clínico veterinário, com escala até 44°C, diretamente no reto do animal, por um período de dois minutos.

Os resultados do teste de Benezra foram obtidos pela fórmula: Coeficiente de tolerância ao calor (CTC) = TR/38,33+ FR/23 (Domingues, 1968).

Fonte: Infobibos

Adaptação: Revista Veterinária

 

Conheça o Curso de Administração Técnica e Econômica da Atividade Leiteira

 

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 8 de julho de 2011

Artigos Relacionados com Bovinos: