Anemia acarreta risco à saúde de cães e gatos

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A anemia é responsável pela diminuição de glóbulos vermelhos do sangue na passagem de oxigênio a todos os órgãos e tecidos do corpo, ela pode provocar impactos que afetam a saúde humana e envolve cuidados que também devem ser destinados ao bem-estar animal.

 Nos animais os sintomas mais comuns da anemia estão associados à respiração rápida, cansaço, indisposição para brincar, falta de apetite e clareamento da língua. Considerado um sinal clínico que pode ser causado por diversas doenças, a anemia pode ser facilmente observada em cães e gatos.

De acordo com Waleska Dantas, professora de Medicina Veterinária da Univiçosa, na cidade de Viçosa, a causa mais habitual de anemia é uma doença transmitida pelo carrapato chamada de Babesiose nos cães, e Micoplasmose nos gatos. Além disso, verminoses intensas e má alimentação também contribuem para a constatação do indicativo anêmico.

 A Professora da disciplina de Patologia Clínica na Univiçosa, Waleska Dantas alerta que para evitar a presença da manifestação clínica em cães e gatos “é importante que os animais estejam livres de ectoparasitos, como pulgas e carrapatos, sejam everminados periodicamente, vacinados e façam visitas regulares ao Médico Veterinário para exames de rotina”.

Na maioria dos casos existe tratamento e o procedimento pode ser realizado com êxito se a doença for identificada com antecedência e tratada de forma adequada. Como prevenção, vale lembrar, que se deve evitar contato com animais desconhecidos, ter bons hábitos de higiene, controle parasitário e alimentar o animal com ração de boa qualidade.

Fonte: www.univicosa.com.br

Adaptação: Revista Veterinária

Curso de Emergências e Pronto Atendimento em Pequenos Animais

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 28 de setembro de 2012