Nutrição e eficiência reprodutiva: entenda a relação

Nutrição e eficiência reprodutiva entenda a relação

A eficiência reprodutiva de um animal está diretamente ligada à qualidade da sua nutrição. O manejo nutricional tem papel reconhecidamente importante por afetar aspectos da fisiologia e do desempenho reprodutivo. Diversos estudos já associaram a nutrição à queda da fertilidade, principalmente em vacas leiteiras, e identificaram como causas potenciais o balanço energético negativo. 

Vale ressaltar que os aspectos nutricionais são fundamentais em todos os períodos da vida dos animais, porém em ocasiões específicas são mais importantes e influenciam de forma mais determinante os mecanismos relacionados à performance reprodutiva. Porém, focar apenas na quantidade de componentes na dieta pode ser prejudicial. 

Pode parecer simples, mas nem sempre essa é uma preocupação constante entre os profissionais envolvidos e sua consequência pode ser desastrosa no rebanho. Entenda neste texto o que é considerado um alinhamento correto entre nutrição e eficiência reprodutiva. 

Influências do manejo nutricional no potencial reprodutivo dos bovinos 

O potencial reprodutivo é influenciado pelos efeitos nutricionais a curto e a longo-prazo sobre o estro e durante os diferentes estados fisiológicos, quando a fertilidade e a fecundação nos animais podem ser condicionadas. O alinhamento correto desse relacionamento permite que o animal apresente um bom desempenho no rebanho. 

Uma boa eficiência reprodutiva, seja pelo acasalamento ou pela inseminação artificial, é aquela que permite maior vida útil dos animais e proliferação da cria. É através da nutrição que acontece o funcionamento de rotas metabólicas capazes de permitir ao animal expressar todo seu potencial. 

Sua influência afeta diversos mecanismos, como a manifestação de cio, o desenvolvimento folicular, a qualidade dos gametas, a taxa de ovulação, o ambiente uterino, o desenvolvimento do embrião e, também, na manutenção da gestação.

As necessidades diárias de energia, proteínas e minerais do rebanho devem ser calculadas e direcionadas para o rebanho com graus de importância diferenciados e específicos. Por isso, é sempre indicado que a propriedade tenha o acompanhamento de um médico veterinário. 

Alguns riscos reprodutivos de uma superalimentação

Dietas com alto teor de proteína bruta PB (>18%) são comumente utilizadas no pós-parto de vacas de alta produção leiteira. Entretanto, a alta concentração de PB na dieta tem sido associada à redução no desempenho reprodutivo. O mesmo acontece com o metabolismo aumentado do hormônio progesterona, pois também pode proporcionar uma queda na fertilidade em fêmeas super alimentadas. 

Uma alimentação com excesso de PB ou a suplementação direta de ureia como fonte de nitrogênio não protéico (NNP) pode resultar no aumento da concentração plasmática de ureia. Segundo diversos estudos, o fornecimento de alta quantidade de alimento afeta o desenvolvimento embrionário tanto in vivo quanto in vitro com fêmeas ruminantes superovuladas ou submetidas à aspiração folicular. 

Em vacas com ovulação natural, a super alimentação associada à produção de leite elevada também foi associada à menor viabilidade embrionária. Alterações na ingestão de energia também influenciam a reprodução através de mudanças na duração e intensidade de estro em bovinos. 

De forma geral, uma nutrição incorreta causa problemas em escala econômica na produtividade da fazenda. Uma falha na estação de monta atrasa a produção de bezerros, se a vaca não retorna a atividade reprodutiva logo após o desmame, não haverá nascimento no próximo ano, causando redução na produção de leite. Para o rebanho de corte, esse atraso compromete o número de animais comercializados ou ainda faz com que os animais demorem mais a chegar no peso certo.

Aprenda a fazer um manejo nutricional adequado

A reprodução bovina abrange diversas etapas. Aprender sobre os alimentos e a alimentação, formulação de dietas e rações, morfologia e avaliação e eficiência reprodutiva estão entre elas. Para dominar de vez o assunto e aumentar o seu portfólio de serviços, seja um especialista com o curso de pós-graduação em reprodução e produção de bovinos. 


Fontes: Beefpoint, CPT Cursos Presenciais,Scielo Brasil,Nutrição Animal UFC



Atualizado em: 24 de agosto de 2021

Artigos Relacionados com Bovinos: