Animais Silvestres e Não-Convencionais na Clínica de Pequenos Animais

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

É cada vez mais comum a criação de animais não convencionais nos lares, por estes ocuparem menor espaço, serem de fácil manejo e manutenção. Foi a época em que apenas cães e gatos ocupavam essa posição.

Dessa maneira a uma grande demanda de clínicas e hospitais veterinários especializados no atendimento a esses animais que conta com ampla capacitação dos profissionais envolvidos.

São inúmeros os casos de atendimentos presenciados na rotina de um médico veterinário como, por exemplo:

 – Odontologia de roedores;

– Nutrição;

– Terapêutica;

– Aspectos cirúrgicos e anestésicos;

– Diagnóstico por imagem;

– Imobilizações ortopédicas;

– Cuidados com as patologias (Síndrome do Arrancamento de Penas, peito seco-caquexia, ruptura de saco aéreo, sarnas, cistos de pena, coccídeas, principais doenças metabólicas, bacterianas, virais, fúngicas, virais e parasitárias), dentre outros.

Esses e outros são exemplos básicos e corriqueiros, mas que contam com ampla capacitação.

O correto conhecimento dos tópicos apresentados são cruciais para o sucesso do profissional que pretende oferecer a seus clientes um serviço pleno na clínica de pequenos animais.   

Pensando nisso trouxemos algumas dicas para você. Confira.

Fonte: Equipe Revista Veterinária

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Artigos Relacionados com Animais Silvestres: