Ascite em cães: Problema que pode surgir por várias causas!

  •   
  •   
  • 654
  •  
  •  
  •  
  •  

Ascite em cãesA ascite em cães também é conhecida como derrame abdominal. Esse problema se  caracteriza pelo acúmulo de grande quantidade de líquido no abdômen do animal.

Junto ao líquido estão substâncias como sangue, urina e plasma. Alguns animais conseguem conviver com o problema sem maiores complicações. Mas, pode acontecer  de situações não tratadas evoluírem e causarem problemas respiratórios graves.

O mais importante é identificar o que está por trás do acúmulo de fluido. Isso, porque pode ter como origem órgãos internos, vasos sanguíneos ou mesmo nódulos. Os tutores precisam estar sempre atentos ao comportamento do animal e, ao menor sinal, entrar em contato com o médico veterinário. Existem alguns fatores mais comuns que podem causar a ascite. Mas, fique tranquilo que falaremos deles ao longo do artigo. Fique com a gente e boa leitura!

Principais sinais da ascite em cães  

Os tutores devem estar sempre atentos ao comportamento de seus companheiros de estimação. Pois, sabemos que diferente dos humanos, os animais não conseguem expressar de forma clara as dores e incômodos que estão sentindo. No caso da ascite, o principal sinal perceptível é o inchaço na barriga do animal, que costuma gerar desconfortos. Dentre eles:   

  • Vômitos;
  • Letargia;
  • Dores abdominais;
  • Diminuição do apetite;
  • Dificuldade para respirar;
  • Sensação de pressão na barriga que aumenta com o tempo, especialmente ao deitar;
  • Caso a distensão abdominal seja muito grande, o umbigo pode ficar achatado ou até mesmo para fora.

A identificação da ascite em cães pode ser feita por meio de exames clínicos e realização da ultrassonografia. Assim, parte do líquido abdominal é coletado e enviado ao laboratório para realização da análise. Além disso, o uso de aparelhos de diagnóstico por imagem, como a radiografia, ecografia abdominal, ultrassonografia, dentre outros são essenciais para concluir o problema.

E quais são as causas?

Sabemos que a ascite nos cães podem ter diferentes origens, dentre elas problemas de baixa quantidade de proteína no sangue, problemas no fígado ou mesmo de mau funcionamento do coração. E mais, caso seja originado de uma infecção, o médico veterinário poderá receitar antibióticos e os tutores farão o acompanhamento.

Para chegar a um diagnóstico exato o médico veterinário irá realizar exames que indicarão a gravidade, o estado dos tecidos e principalmente as causas subjacentes. Entre as principais, destacamos algumas. Confira:

  • Peritonite;
  • Transtornos renais;
  • Doenças do fígado;
  • Insuficiência cardíaca;
  • Tumores com sangramento;
  • Rotura de vasos sanguíneos;
  • Baixos níveis de proteína no sangue.

Prevenção da ascite

Em função das diversas origens da ascite em cães torna-se difícil apresentar formas  exatas de prevenção. De maneira geral, recomenda-se reduzir ao máximo os riscos de traumatismo. Jamais automedicar o cão, deve-se fornecer rações de qualidade e seguir corretamente o calendário de vacinação.

São muitos detalhes relacionados à saúde do animal, sendo assim é necessário que proprietário esteja atento e o profissional veterinário sempre capacitado para agir em diversas situações. Aliás, tomar alguns cuidados podem reduzir os riscos. Confira:

  • Evite automedicar o animal;
  • Reduza os riscos de traumatismo;
  • Procure fornecer ração de qualidade;
  • Evite fornecer alimento com muito sódio;
  • Mantenha em dia o programa de vacinação.

Clínica veterinária

O Brasil é o país com maior número de médicos veterinários no mundo, são mais de 100 mil profissionais ativos. Isso, sem contar os recém-formados que o mercado recebe  todo ano. Diante deste cenário, o mercado têm se tornado cada vez mais competitivo e os profissionais que detêm o conhecimento prático e inovador se destacam.

Você, médico veterinário se considera apto para salvar vidas e garantir maior eficiência nos atendimentos? Se você tem dúvida para responder a esta pergunta, nós podemos te ajudar.  Atendendo a pedido de milhares de alunos, o nosso parceiro CPT – Cenva Pós-graduação trouxe a pós em diagnóstico por imagens em pequenos animais.

Um modelo jamais visto em nosso país, onde você ganhará destaque nesta área altamente lucrativa. Clique no banner abaixo e confira mais informações!

Fonte: Pet care, Perito animal e Canal do pet

  • 654
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 20 de março de 2019

Artigos Relacionados com Pequenos Animais: