Brucelose em bovinos

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Causada por bactérias, a Brucelose Bovina é uma doença altamente contagiosa, e que vem trazendo muitos prejuízos econômicos e transtornos para proprietários destes animais.

A doença pode ser transmitida até mesmo para humanos, por conta da ingestão de leite não pasteurizado ou carne crua, sendo que entre animais é transmitido por contato com outros infectados, principalmente via oral.

A pior e principal consequência desta doença são os abortos por infecção. Nestes casos as placentas, o feto, e todo o local deve ser incinerado, de modo que não contamine o restante do rebanho.

Outros sinais clínicos da doença referentes a reprodução  são manifestados através do nascimento de bezerros fracos e secreções vaginais e orquite (inflamação do testículo). Neste último caso, levando o animal a infertilidade.

O diagnóstico mais utilizado é realizado através da análise de membranas para a detecção do agente, e o tratamento a base de antibióticos.

Já o controle é feito através da vacinação, que é uma das principais medidas do Programa de Erradicação da Brucelose e Tuberculose, criado pelo Governo Federal em 2001.

Não perca com a baixa produtividade do rebanho. Saiba como atuar de forma eficiente diante dessa e outras enfermidades que causam muitas vezes prejuízos irreversíveis na bovinocultura.

Confira algumas dicas de quais métodos devem ser adotados em situações emergenciais e como reconhecer os principais sinais e sintomas dessa enfermidade. Clique aqui.

Fonte: Equipe Revista Veterinária

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 23 de junho de 2017

Artigos Relacionados com Bovinos: