Quais as técnicas utilizadas para diagnóstico de gestação em éguas?

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
disgnóstico de gestação em éguas

Os exames de diagnóstico de gestação em éguas têm se revelado fundamental na reprodução, pois possibilitam que os produtores se anteciparem sobre a situação dos animais e assim possam planejar seus investimentos. 

O exame de palpação transretal é um dos mais básicos e eficientes, sendo que o diagnóstico pode ser realizado imediatamente. Podemos citar ainda os exames mais sofisticados, como a ultrassonografia. Sobretudo, com ela é possível que os órgãos sejam visualizados e detalhados, possibilitando informações de grande relevância.

Independente da maneira como a gestação é acompanhada, é muito importante que o profissional responsável por estes exames esteja plenamente capacitado e preparado. Portanto, continue a leitura e confira abaixo as principais cde diagnóstico de gestação em éguas.

Palpação transretal no diagnóstico de gestação em éguas

A palpação transretal, também conhecida como toque, é classificada como a avaliação mais simples e tradicional para se diagnosticar a gestação em éguas e também possui baixo custo. Contudo, esse tipo de diagnóstico consiste, basicamente, na introdução da mão e braço do médico veterinário no reto do animal.

Para realizar essa técnica é preciso que o médico veterinário esteja bem preparado com o conhecimento detalhado da anatomia dos órgãos dos animais. Esse procedimento possibilita a identificação da gestação 45 dias após a fecundação. Assim, permitindo também verificar as condições dos órgãos desse animal.

Ultrassonografia

A ultrassonografia é um método de diagnóstico seguro e não invasivo,  que garante realizar um exame com mais precisão. É considerada também como um grande avanço. Portanto, ajudando a diagnosticar precocemente a gestação, por volta de 29 dias após a fecundação. Além disso também é capaz de identificar o número de fetos.

A ultrassonografia também é usada, por exemplo, em:

  • Confirmação da viabilidade fetal;
  • Determinação do número de fetos, em casos de gestação múltipla;
  • Sexagem fetal;
  • Avaliações do trato reprodutivo de forma rápida;
  • Avaliações do ciclo estral.

No entanto, para utilizar essa técnica de forma eficiente. É essencial que o médico veterinário tenha um bom treinamento e conhecimento prático desse assunto.

Aproveite o momento de estudos e baixe gratuitamente o ebook sobre como produzir mais potros. Clique aqui e baixe!

Vantagens do diagnóstico gestacional precoce

O diagnóstico de gestação precoce é fundamental para ter eficiência reprodutiva das éguas. Dessa forma, quanto mais precoce for o diagnóstico. Então, maior a probabilidade de diminuir os custos da produção e os prejuízos causados com problemas gestacionais.

Outra vantagem é realizar o manejo adequado do rebanho. Desta forma, fêmeas gestantes necessitam ser colocadas em condições específicas, como: 

  • Serem alocadas em um espaço específico;
  • Ter acesso a uma nutrição ainda mais balanceada;
  • Poder realizar o parto em um lugar tranquilo.

A reprodução equina é uma área muito lucrativa, na qual  o médico veterinário necessita conhecer e dominar as técnicas de diagnóstico gestacional. Vale lembrar que as duas técnicas, são grandes aliadas para realizar o diagnóstico preciso da gestação das éguas.

Viu como é essencial realizar o diagnóstico de gestação em éguas corretamente? 

Pensando nisso o nosso parceiro CPT Cursos Presenciais oferece um curso especial pra você que quer dominar essas técnicas e crescer profissionalmente. Clique no banner abaixo e confira!

Fonte: Escola do Cavalo e Blog do Mundo Veterinário

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 22 de outubro de 2019

Artigos Relacionados com Equinos: