Dicas de cuidados para quem quer ter um gato de estimação

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os gatos tem reputação de serem independentes, mas na verdade eles precisam de cuidados, afeto e atenção dos donos. Os gatos domésticos são mamíferos que podem viver de 15 a mais de 20 anos.

Uma alimentação saudável e equilibrada permite ao animal viver mais tempo num estado muito saudável. Alguns cuidados são essenciais para quem quer ter um gato de estimação como:

  • Disponibilização de água fresca;
  • Higienização do caixote de areia para prevenir qualquer tipo de doenças. Muitos gatos negam-se a utilizar um caixote sujo;
  • As unhas dos gatos devem estar curtas. Para evitar dores, os gatos que vivem em apartamentos devem ter algo para arranhar;
  • Os gatos lambem-se para se limpar e geralmente retiram pelos mortos. Por isso, devem-se escovar os pelos regularmente, pelo menos uma vez por semana. Assim o pelo morto é eliminado e evita a formação futura de bolas de pelo no estômago. Para os gatos de pelo curto, basta escovar uma ou duas vezes por semana, para manter a sua pele limpa, brilhante, saudável e eliminar também a pelagem morta. Algumas raças exigem mais rigor e atenção;
    • Limpe os olhos com algodão umedecido em água boricada ou água morna (não quente);
    • Observe as orelhas do gato em busca de cera excessiva ou uma infecção, o que poderia indicar a presença de carrapatos;
    • Veja se as gengivas estão inflamadas (gengivas saudáveis são de coloração rosa pálida), veja se há tártaro (uma placa marrom na base do dente), dente quebrado, mau-hálito ou qualquer outro problema. A maioria destes problemas requer cuidado veterinário.

Muitas pessoas que tem criança em casa acreditam que a relação do gato com as crianças é igual a do cão com o gato, isso é um erro, os gatos gostam mais das crianças do que dos adultos e não lhes fazem mal a não ser que a criança lhes faça muito mal. Os gatos podem chegar a ser muito pacientes com as crianças se elas aprenderem a interagir com o gato com doçura e não com hostilidade.

Os gatos são caçadores naturais, contudo, mesmo que você tente humaniza-lo, nunca conseguirá anular esse comportamento. Os gatos caseiros caçarão mesmo bem alimentados. Desde pequenos, os gatinhos já brincam como caçadores. O recomendado é que o dono brinque sempre que possível com o seu gatinho, o incentivando regularmente para jogar, o que ajudará a manter a  forma física e psicológica do animal.

Fonte: Mundo entre patas

Adaptação: Revista Veterinária

 

Conheça o Curso de Medicina Felina

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 18 de outubro de 2012