Doença periodontal em cães e gatos

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  

Doença Periodontal em Cães e Gatos

Atualmente, a medicina veterinária possui grandes avanços nos cuidados com os animais. Principalmente no que diz respeito aos cuidados de saúde com cães e gatos, uma vez que a maioria é tratada como família pelos tutores. Assim, a odontologia veterinária voltada para o tratamento de pequenos animais ganha espaço entre os médicos veterinários.

Nesse cenário, a doença periodontal em cães e gatos aparece como um tema ainda pouco abordado pelos veterinários que atuam na área. A própria periodontia veterinária, área da odontologia que trata da saúde bucal, especialmente de gengivas e demais estruturas ao redor do dente, ainda é pouco explorada.

Contudo, a doença periodontal em cães e gatos é uma das doenças mais comuns nesses animais. Ela acomete a gengiva e os tecidos de sustentação dos dentes (periodonto), e atinge preferencialmente animais mais velhos. Em média, cerca de 80% de cães e gatos possuem alguma doença periodontal.

Sinais da doença periodontal em cães e gatos

A doença periodontal em cães e gatos acontece quando bactérias se alojam no periodonto do animal. Assim, um grande indicativo dela é a presença de mau hálito e tártaro. Aliás, é muito importante destacar que, a presença de mau hálito é um indicativo de que a saúde do animal não está boa.

Outros sinais de que a doença está presente são inflamações, sangramentos nas gengivas, presença de tártaro, mobilidade dos dentes e excesso de salivação. Por isso, é importante que o animal tenha uma saúde bucal em dia. A doença periodontal em cães e gatos, num primeiro momento, não causa dores ou grandes desconfortos ao animal. E esse talvez seja o maior problema dessa doença, pois quando o tratamento é iniciado a grandes chances dela já se apresentar em estágio mais avançado. 

A verdade é que, apesar de todos os cuidados, esse cuidado costuma ser negligenciado e pode causar problemas maiores. Isso porque quando não tratada, a doença periodontal em cães e gatos pode levar à inflamação da gengiva, perda de dentes e até comprometer outros órgãos, como coração, pulmão, fígado e rins.

Ainda sobre os sinais da doença, vale ter alguns pontos em mente:

  • não é quantidade de tártaro que determina o grau da doença;
  • animais não deixam de comer, quando sofrem com a doença periodontal, mas isso não indica que a doença não esteja presente;
  • apenas um veterinário especializado é capaz de fazer o diagnóstico de forma correta.

Como tratar a doença periodontal em cães e gatos

Infelizmente, não existem tratamentos medicamentosos (caseiros ou não) para o tratamento da doença periodontal em pequenos animais. Assim, para que a doença seja tratada, é preciso de cirurgia realizada por médico veterinário especializado (periodontista).

Para esses casos, é importante que o veterinário tenha experiência prática, tanto em odontologia quanto em periodontia em pequenos animais. Isso se dá porque o animal receberá o tratamento cirúrgico sob efeito de anestesia geral. Para o tratamento é realizada a raspagem do dente, das raízes expostas, polimento dos dentes e, quando necessário, extração do dente mais afetado.

Prevenção da doença

Assim como em humanos, a melhor forma de prevenir o aparecimento da doença periodontal em cães e gatos é realizar a escovação dos dentes do pet. O ato de escovar os dentes evita o acúmulo de placa, impedindo que ela se desenvolva e evolua até o estágio de doença.

Agora que a doença periodontal em pequeno animais já não é mais um mistério, é importante ressaltar o peso que atuar no seu tratamento tem no mercado da clínica veterinária. Um médico veterinário que queira atuar nas áreas de odontologia e periodontia, com certeza, vai ter sucesso com os tutores. Isso porque cuidar da saúde bucal é essencial para que os tutores vejam seus pets saudáveis e felizes.

Não sabe como ingressar nesse mercado? Clique aqui que temos a solução perfeita para você!

Fontes: IdMedPet e Odontovet

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
banner-final-de-artigo-16-colonia

Atualizado em: 10 de janeiro de 2020

Artigos Relacionados com Pequenos Animais: