Importância do período seco para as vacas leiteiras

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Para que não haja comprometimento na produção leiteira do seu rebanho, devem-se tomar medidas para proteger a saúde do animal e uma dessas medidas é respeitar o período seco das vacas. O período seco acontece entre duas lactações, ou seja, é um período de descanso da fase produtiva para o animal.

Sandra Gesteira, professora do curso de medicina veterinária da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), explica porque é importante dar essa pausa às vacas.

– Nesse período, o animal tem tempo de refazer toda a estrutura da glândula mamária e de renovar suas células, fazendo com que logo que se inicie uma nova lactação, esse animal possa ter uma alta produção de leite. Ele sai de dietas onde consumia muito concentrado e tinha ambiente de rúmen muito ácido, entrando em descanso – afirma a professora.

Mostra, ainda, que com o período seco, a vaca recupera seu rúmen, parando sua produção e preparando-se para uma nova lactação. De acordo com Sandra, as vacas que não passam por períodos de descanso não conseguem se recompor e acabam tendo  uma produção de leite menor, na lactação seguinte. Além disso, podem ocorrer comprometimentos de saúde, como o aumento de distúrbios metabólicos e até mesmo a dificuldade de produção desse animal, após o parto.

Nesse momento, as vacas não podem ganhar nem perder peso, devem chegar ao final da lactação com a condição corporal de 3 ou 3,5, uma escala onde o número 1 quer dizer vaca muito magra e 5, vaca muito gorda.

– O ideal é que, no período seco, as vacas fiquem a pasto, desde que a pastagem seja capaz de suprir as exigências de manutenção do corpo. É preciso ter a quantidade necessária de energia, proteína, minerais e vitaminas para que o animal não perca peso. Se o período seco ocorrer na época em que não chove, é preciso ainda suplementar esse animal com cana-de-açúcar ou silagem de sorgo e milho. Nos 21 dias finais da gestação, o animal deve receber os mesmos alimentos que terá,  após parir, para que vá se adaptando à nova dieta que já inclui a ração – orienta ela.

 

Fonte: Portal Dia de Campo.

Adaptação: Revista Veterinária

 

Conheça o Curso de Administração Técnica e Econômica da Atividade Leiteira

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 31 de agosto de 2011

Artigos Relacionados com Bovinos: