O Tratamento das Principais Doenças Cardíacas de Cães

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Quando falamos das cardiopatias dos cães, algumas informações são importantíssimas como a forma de diagnosticar e o tratamento mais adequado. O diagnóstico precoce e o início imediato do tratamento, na maioria dos casos, levam a melhores resultados.

As cardiopatias dos cães levam a uma Insuficiência Cardíaca Congestiva (ICC) e não têm cura, mas o médico veterinário pode orientar o tutor e prescrever um tratamento que dará uma melhor qualidade de vida, podendo até aumentar a sobrevida do animal nos casos mais graves.

Não só os medicamentos são importantes, mas em alguns casos, é necessário fazer um controle das atividades físicas e até mesmo uma mudança na dieta do paciente.

A parte farmacológica do tratamento geralmente consiste no uso de diuréticos que vão diminuir o excesso de líquido dos pulmões e/ou abdômen; vasodilatadores que diminuem o esforço cardíaco, medicamentos que têm a função de controlar a frequência cardíaca e a força de bombeamento do sangue, além de outras drogas que aumentam a oxigenação através de uma melhora no fluxo sanguíneo pelos pulmões.

Cada caso deve ser estudado separadamente, levando em conta as particularidades de cada paciente para que se chegue ao tratamento mais adequado, escolhendo os fármacos e as doses que trazem maiores benefícios à saúde do animal.

 

Os medicamentos a serem aplicados no tratamento devem ser eficazes e seguros, fortalecendo a saúde animal. Saiba mais.

Fonte: PetHeart

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  

Artigos Relacionados com Clínica Médica em Pequenos Animais: