Onze pessoas foram detidas por promoverem rinha de galo

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

No último domingo (6) a Polícia ambiental, de Aparecida de Goiânia, foi acionada por meio de uma denúncia anônima, para averiguar local onde acontece rinha de galo. Lá foram encontrados dezesseis galos que foram resgatados feridos e alguns até mutilados. A rinha acontecia no quintal de uma casa, Setor Nova Olinda, em Aparecida de Goiânia.

No local foram apreendidos materiais usados durante as rinhas, como espora de acrílico, bicos de metal e anestésico e cinco espécies de pássaros silvestres que não podem ser criados em cativeiro sem autorização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

“As pessoas têm consciência de que isso é uma prática ilegal, mas elas argumentam que é um hobby, uma questão cultural. Mas nós vamos combater com veemência esse tipo de prática”, afirma o sargento Manuel Assunção Gomes Almeida.

Carlos Eduardo de Lima Almeida de 34 anos, suspeito de ser o dono da rinha, foi ouvido pelo delegado e liberado. De acordo com a polícia, o crime praticado contra animais dá direito a fiança, cujo valor será estipulado por um juiz.

O telefone para denúncia em casos de maus tratos a animais é o 0800 62 2121

Fonte: G1

Adaptação: Revista Veterinária

 

Assista ao vídeo!

 

Conheça o Curso de Planejamento e Produção de Frango de Corte

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 7 de novembro de 2011

Artigos Relacionados com Aves: