Os benefícios da laserterapia

  •   
  •   
  • 10
  •  
  •  
  •  
  •  

Uma técnica muito comum na Europa começa a fazer a diferença no tratamento de diversas doenças e ganha adeptos no Brasil. Como o próprio nome já diz, a laserterapia é uma terapia, ou seja, uma técnica utilizada para tratamento de uma enfermidade que utiliza como base a emissão de laser no local acometido.

Com a evolução da técnica no país, médicos veterinários já acreditam em um salto muito grande na medicina animal, em vista que gatos, cães, bovinos e tartarugas já passaram por tal tratamento e foi obtido sucesso. Segundo a veterinária Ana Helena Gouvêa, da cidade de Leme, do estado de São Paulo, a laserterapia é indicada para diversos casos, entre eles: traumatismos musculares, nervosos, ósseos, artrites e artroses, processos inflamatórios em articulações, feridas, regeneração de tendinites, calosidades, dermatites, fibromialgia, em pós – cirúrgicos de fraturas e rupturas de ligamentos, entre outros.

Essa nova técnica tem interessado à profissionais de diferentes áreas, não apenas pelo fato de poder ser utilizada em tantas situações, mas também por suas vantagens sobre a maioria das técnicas pré-existentes. A laserterapia tem um processo de tratamento nada invasivo, de rápida aplicação, e a recuperação de animais submetidos ao tratamento é mais acelerada que em outros a em que são utilizados fármacos ou outros tipos de tratamentos, além, e como principal vantagem, a luz emitida pelo equipamento atinge e destrói somente células patogênicas, fator não identificado em tratamentos mais utilizados atualmente, como qualquer tipo de fármaco, incluindo os quimioterápicos e a radioterapia, tida até então como tratamento mais localizado.

“A técnica é de fácil aplicação, indolor e de mínimo contato com o animal. Proporciona maior conforto aos animais, além de maior confiabilidade no trabalho do veterinário, que busca alternativas para os tratamentos convencionais, muitas vezes limitados”, defende a pesquisadora Wilma Barrionuevo, professora da IFSC/USP.

O procedimento com a utilização da laserterapia é muito rápido, durando em torno de segundos a poucos minutos em cada local lesionado, não provocando nenhuma espécie de efeito colateral no animal. Geralmente a aplicação é feita com o animal sedado ou sob anestesia geral.

Não só a utilização, como também a tecnologia de fabricação dos equipamentos já fazem parte do âmbito nacional, podendo ser comercializada a preços acessíveis, de uma média de 2 mil e quinhentos reais à 3 mil. Uma outra grande vantagem dos equipamentos, é a praticidade devido a serem equipamentos portáteis, solucionando um grande problema enfrentado por veterinários, principalmente de animais de grande porte, que é a difícil acessibilidade dos mesmos em clínicas ou ambulatórios.

Fontes :Blogln

Adaptação: Revista Veterinária

 

 

 

Conheça o Curso de Anestesias em Pequenos Animais

 

  • 10
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 21 de maio de 2012