Aumento de casos de raiva bovina preocupam pecuaristas

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  

A raiva bovina é uma doença infectocontagiosa, transmitida por morcegos hematófagos, que desde o início do ano, segundo a inspetoria veterinária, já constatou a morte de cem bovinos somente no estado do Rio Grande do Sul.

Alguns estados brasileiros se destacam pelos números incidentes da doença, como Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais e alguns estados do Nordeste e Norte, devido à topografia local, para abrigo dos morcegos, além dos alimentos disponíveis aos vetores.

Nos últimos dez meses, novos abrigos para os morcegos vetores da doença foram catalogados pela Secretaria Estadual da Agricultura do Rio Grande do Sul, somando um total de duzentos e cinquenta, apenas no estado sulista.

No ano de 2001, no Brasil, foram confirmados mais de três mil casos, não apenas em bovinos, mas também em equídeos (307 constatações). Um ponto ruim, são as mortes não homologadas pela vigilância, não constando nos registros, dificultando um controle mais preciso e eficaz.

Mesmo existindo a vacina, a doença não tem cura e causa perdas diretas com a morte de animais, como indiretas, prejudicando a produção de leite e carne.

Especialistas aconselham a vacinação de todo plantel de bovinos, pois além da transmissão pelo morcego, os animais infectados transmitem a doença a outros sadios pela saliva, tornando difícil o controle sanitário da raiva.

Fonte: G1

Adaptação: Revista Veterinária

 

Conheça o PCR Convencional: da Extração de DNA a análise em eletroforese em gel

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  


Atualizado em: 23 de abril de 2012

Artigos Relacionados com Bovinos: