Gestão para clínica veterinária: entenda melhor como se planejar!

  •   
  •  
  •  
  •  
  •  

Gestão para clínica veterinária entenda melhor como se planejarO sonho de muitos formandos de medicina veterinária, ou mesmo os mais experientes, é ter o seu negócio próprio, ou seja, montar seu estabelecimento como, por exemplo, uma sua clínica veterinária. Este ainda é considerado um mercado em expansão, e isso é reforçado pelo número de animais domésticos no país, que vem crescendo consideravelmente. Aumentando a demanda por um atendimento cada vez mais especializado.

Uma clínica veterinária é um estabelecimento onde é autorizada a realização de consultas, exames e tratamentos clínicos e cirúrgicos dos pacientes. Além disso, esses estabelecimentos podem oferecer serviços de plantão veterinário e internação. Então, fatores como o funcionamento clínica, quadro de funcionários e investimento necessário para abertura e manutenção do negócio devem ser levados em conta

Nesse cenário, muitos desses empreendedores se perguntam sobre quais decisões tomar para que o investimento dê certo. Obviamente, o segredo do sucesso não é uma receita de bolo, mas neste artigo vamos  fornecer algumas dicas básicas e importantes. Confira quais são! 

Estabeleça um planejamento para sua clínica veterinária

O planejamento é parte importante para quem deseja abrir, ou gerir, o próprio negócio, e para uma clínica veterinária não seria diferente. Assim, antes mesmo da sua abertura, é preciso lidar com algumas questões que são chave para o bom funcionamento do negócio. Dessa forma, é preciso trilhar um caminho que envolve: o conhecimento sobre o mercado, público alvo e suas principais demandas, concorrência, questões legais, para efeito de formalização do negócio, principalmente do CRMV (Conselho Regional de Medicina Veterinária), mão de obra especializada, móveis, instrumentos, aparelhos, avaliação dos custos, marketing, dentre muitos outros detalhes.

Conheça o mercado

Antes de abrir qualquer negócio, seja ele uma clínica veterinária ou não, é importante conhecer o mercado da área em que você deseja atuar. No caso de uma clínica veterinária, é importante considerar não só o em torno de onde será aberto o negócio, mas também todo o macro ambiente, como o estado e região do país. Isso permite ao gestor traçar um panorama mais realista, pesando tipos de atendimento mais recorrentes, necessidades da região como um todo, oportunidades de especialização em exames e serviços, entre outros. 

Dessa forma, é possível traçar um planejamento com base na estrutura necessária para a clínica, investimento disponível e metas desejadas. Assim, de forma breve, ao buscar conhecer seu mercado, o gestor deve:

  • Definir o local da clínica veterinária: cidade, microrregião, estado, tudo visando conhecer o ambiente que o cerca para entender melhor o mercado veterinário;
  • Reconhecer quem é seu público: conhecer quem serão os clientes da sua clínica veterinária, não somente em dados demográficos (idade, renda, gênero,etc), mas também demandas mais comuns, necessidades ainda não supridas pela concorrência, preferências, entre outros;
  • Estabelecer a concorrência: definidos o local e o público que você deseja atingir, é importante entender quem são seus concorrentes, quais seus diferenciais, como eles prestam seus serviços;
  • Estudar as possibilidades para a cartela de serviços da sua clínica veterinária: nesse momento, o estudo da concorrência precisa ter sido realizado, pois ele vai ajudar na tomada de decisão sobre os serviços. É importante ter em mente a estrutura e o investimento necessários, tanto de pessoal, quanto equipamentos e área física;

Entenda a importância do marketing

Na hora de criar o planejamento da sua clínica veterinária, você deve considerar as ações e objetivos de marketing para o seu negócio. Assim como conhecer o seu mercado é fundamental, o marketing é essencial para que o seu negócio possa ter reconhecimento, por parte do público e dos agentes desse mercado.

Portanto, é importante que dentro do planejamento do negócio estejam descritas as ações de marketing, o que você espera alcançar com cada uma delas e o investimento necessário para que elas sejam realizadas. Definir esse tipo de plano, nem sempre é uma tarefa simples e pode requerer serviços especializados, como consultorias e assessorias. 

Tenha em mente sempre que: 

  • As redes sociais são boas aliadas nesse momento: representam um custo mais baixo em relação ao marketing tradicional, principalmente fora de grandes centros urbanos;
  • O marketing boca a boca ainda influencia muito na tomada de decisão do mercado veterinário: clientes confiam na opinião de amigos, parentes e vizinhos, portanto conheça seus clientes promotores;
  • Marketing não é gasto, é investimento: apesar de estar presente na sua planilha de custos, o marketing deve ser encarado como um investimento da sua clínica veterinária. Portanto saiba o que buscar de retorno para cada ação.

Assim, é importante entender que essas ações te permitem construir uma autoridade de marca, agregando reconhecimento e valor aos seus serviços. Esse tipo de autoridade, é de grande importância tanto online quanto offline, no cotidiano da sua empresa. É ela quem transmite os valores da sua clínica aos seus clientes.

A importância da gestão financeira na clínica veterinária

Agora que já mostramos o porquê de ter um planejamento para a sua cliníca veterinária, estabelecendo dados relevantes e reunindo objetivos, metas e ações, é importante reconhecer também a necessidade da gestão financeira do negócio. Nesse momento, muitos médicos veterinários, enfrentam dificuldades de entender as finanças e estabelecer alguns parâmetros. Assim surgem dúvidas como “por que o meu concorrente consegue cobrar mais barato?”, “estou pagando muito caro em determinado equipamento?”, entre tantas outras.

Assim, é importante que a rotina administrativa da clínica veterinária englobe de forma eficiente a gestão financeira, mesmo que parte do trabalho seja terceirizado. Afinal, a empresa ou contador contratado necessitam de dados, comprovantes, documentação, e tudo deve ser entregue de forma correta. Dessa forma, esteja você abrindo ou gerindo uma clínica veterinária, alguns pontos merecem destaque em relação à gestão financeira:

Separe o dinheiro pessoal do profissional

Principalmente para quem está começando, separar o pessoal do profissional pode ser desafio, mas é essencial para a saúde financeira da sua clínica veterinária. Portanto, estabelecer o que é investimento, capital e separar esse valor das suas finanças pessoais, evita complicações futuras e é fundamental para a boa gestão no negócio.

Identifique as despesas do negócio

É importante identificar todas as despesas da sua clínica veterinária. Isso permite que a administração conheça a porcentagem que cada uma delas representa no seu capital, quais são fixas e quais são variáveis, se existem despesas não fixas recorrentes. Enfim, conhecer os custos de manter o seu negócio é essencial para quem desejar ter uma boa saúde financeira.

Calcule corretamente o preço dos serviços

É muito comum que empreendimentos, de forma geral, tenham dificuldade em calcular o preço de seus serviços. Para uma clínica veterinária entender se está, ou não, praticando preços justos, é preciso conhecer bem as despesas internas e ter feito uma boa pesquisa de mercado. Assim é possível entender se os valores estão muito abaixo ou muito acima, se um serviço é viável no atual momento do negócio e, claramente, se ele gera lucro ou prejuízo para o estabelecimento.

Mantenha um fluxo de caixa organizado

Outro ponto importante para a gestão financeira de uma clínica veterinária, é manter o fluxo de caixa organizado e positivo. Com a adoção dessa rotina, ficam registradas a receita e a despesa do negócio, permitindo uma visão clara das finanças da empresa. Vale ressaltar que, mesmo que a sua contabilidade seja realizada de forma externa, é importante a adoção dessa prática nos processos internos. Sem um fluxo de caixa organizado o trabalho contratado fica comprometido.

2 dicas BÔNUS para valorizar ainda mais sua clínica veterinária

Diante de tudo que falamos, fica claro como uma boa gestão é importante para o sucesso de qualquer estabelecimento. Mesmo sabendo que o mercado é competitivo, ainda é possível valorizar sua clínica veterinária em relação à concorrência. Por isso separamos mais duas dicas bônus para você:

#1 Invista em equipamentos

Dependendo da área de atuação da sua clínica veterinária, determinados tipos de equipamentos são necessários para a realização de certos serviços. Alguns exames, como ultrassonografia, melhoram a qualidade do diagnóstico oferecido, valorizando os serviços prestados pelo estabelecimento.

#2 Invista em especialização

A especialização é importante tanto para o profissional quanto para a área de atuação da sua clínica veterinária. A diferenciação garante reconhecimento e pode representar uma oportunidade de mercado ainda não explorada pelo concorrente, enquanto a capacitação valoriza o valor do serviço realizado e garante reconhecimento da experiência do profissional que o realiza.

Por fim, é importante que o responsável pela clínica veterinária expanda seus conhecimentos para além da medicina e busque compreender as nuances da gestão do seu negócio. Isso garante serviços bem prestados, uma equipe de qualidade e, assim, o bem-estar de diversos pacientes.

Já pensou em uma pós-graduação em medicina veterinária que ofereça um módulo focado em negócios, marketing e vendas? Então, conheça o CENVA Pós-Graduação!

Fonte: SHOP Veterinário e ABHV

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
Pet Online - Cursos Online na área de pets!

Atualizado em: 1 de abril de 2020

Artigos Relacionados com Pequenos Animais: