Como evitar doenças nos caprinos

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os caprinos normalmente não adoecem com facilidade e um bom manejo ajuda na prevenção de doenças que podem incidir sobre estes animais.

Algumas medidas são muito importantes para evitar, mesmo sem terem predisposição para doenças, que a criação seja infectada.

Então é fundamental que os criadores fiquem atentos a tais medidas, tais como:

– Manter em quarentena os animais que saírem para exposições ou os vindos de fora;

– Cuidar da higienização das instalações para evitar o aparecimento de insetos e parasitas. O uso do lança – chamas, neste caso, é de grande valia pois o fogo desinfeta matando todos os micróbios e insetos por ele atingidos;

– Sempre lavar os bebedouros e comedouros;

– Cuidar para que as instalações sempre estejam  bem secas, não molhando as ripas do piso para evitar umidade, pois ela é causadora do aparecimento de muitas doenças, principalmente a coccideose, cujos parasitas necessitam de umidade para se desenvolverem;

– Não criar os caprinos junto de animais de outras espécies, como carneiros, bois, etc.

– Sempre que algum animal apresentar sintomas de qualquer doença, procurar mantê-lo isolado;

– O criador que manter contato com os animais  doentes, não devem ter contato com os animais sadios;

– Enterrar os animais que morreram e detritos contaminados;

– fornecer aos caprinos uma alimentação de boa qualidade para evitar distúrbios alimentares.

Estas medidas são fundamentais para evitar o surgimento de doenças dentro da criação. São práticas e fáceis e podem contribuir para que se tenha caprinos de qualidade e saudáveis.

É muito importante que os criadores as sigam para impedir a penetração, em seu rebanho, de infecções.

 

 

Por: Dr. Márcio Infante Vieira

Fonte: Rural News

Adaptação: Revista Veterinária

 

Conheça o Curso de Primeiros Socorros em Ovinos

 

 

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 9 de novembro de 2011

Artigos Relacionados com Caprinos e ovinos: