Utilização do sêmen congelado na IA de ovinos

A inseminação artificial (IA) se caracteriza como a deposição mecânica do sêmen no aparelho reprodutivo da fêmea. A fecundação, ou seja, a união do espermatozoide com o óvulo, por sua vez, ocorrem naturalmente, sem a interferência do ser humano. A IA artificial é amplamente utilizada em reprodução bovina, mas também em equinos, suínos e ovinos.

Na inseminação artificial de ovinos realizada em fazendas é geralmente utilizado o sêmen fresco, coletado, diluído quando necessário, de forma rápida para evitar perdas. Vários estudos objetivam a melhor utilização do sêmen congelado.

Quando da utilização do sêmen congelado, a concentração e o local de aplicação são extremamente importantes, é preciso maior aprofundamento no trato genital, do que quando se trabalha com sêmen fresco.

A IA com sêmen congelado pode ter baixa fertilidade devido a: alta mortalidade embrionária; morte dos espermatozoides congelados ao nível da cervix; lesões no acrossom durante o congelamento; local de deposição do sêmen, dificuldade na passagem da cervix.

Quando a inseminação é realizada de forma intrauterina, através de laparotomia, a fertilidade pode chegar a níveis de 100%.

Fonte:  www.ruralsoft.com.br/manejo

 

Conheça os conceitos de melhoramento genético

Enfermidades de tratamento cirúrgico em ovinos

Saiba da avaliação da saúde dos animais

 

 

Artigos Relacionados com Caprinos e ovinos: