Atendimento emergencial em clínica de pequenos animais

  •   
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Os primeiros socorros em cães e gatos são essências para a sobrevivência dos animais, por isso é preciso que os Médicos Veterinários estejam preparados e equipados. É preciso saber diferenciar os procedimentos urgentes dos emergentes.

No procedimento urgente a medida corretiva precisa ser feita logo seja possível. Já a emergência não pode esperar para que seja tomada a medida corretiva, pois provavelmente há o risco de morte.

Nos primeiros socorros é preciso, do pronto atendimento até a estabilização, é preciso estabilizar o sistema cardiorrespiratório dos animais, realizar exames rápidos que ajudam a conhecer a função do sistema.

As causas mais comuns em clinicas de pequenos animais são problemas com envenenamento e politraumatismos, também podem surgir problemas respiratórios, urinários e reprodutivos.

Os animais podem também apresentarem vômitos e diarreia e, quando vêm acompanhados de sangue devem ser considerados sinais de emergência. Muitas doenças podem causar vômito e diarreia, como viroses, leptospirose, parasitoses, intoxicação alimentar, troca abrupta de ração, pancreatite, ingestão de corpo estranho, administração de medicamentos não indicados para os animais, insuficiência renal aguda ou crônica, piometra, cetoacidose diabética e neoplasias.

Fonte: Revista Cães e Gatos

Saiba mais sobre a cirurgia de vasectomia em pequenos animais. Clique aqui!

Aprenda técnicas de Anestesiologia em Pequenos Animais. Veja aqui!

  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  


Atualizado em: 2 de dezembro de 2015